Celular

Como resistir à promessa implacável e enigmática que ele carrega, quando a tela pisca indicando que tem uma nova mensagem de voz? Hoje a fé da humanidade está aí, parece dá significado a vida.

Somos como morcegos que abandonam as arcadas do nosso interior e nos precipitamos em rasantes sobre a vida nos outros com nossas postagens. Nesta época de movimento rápido, de fluir contínuo e mutante, ele está sempre a nosso lado, nós nos despedimos das pessoas e das tardes e das obscuridades enigmáticas do outro e partimos rumo ao desconhecido com este aparelho.

Os olhos não mais são limpos de memória, como os dos bonecos que nada leram. O que está errado é querer esconder das vidas borbulhantes dos jovens toda a gravidade triste da vida real. E ninguém mais presta atenção à realidade porque, mais alto do que a realidade, estão as postagens. Para mim a beleza é sempre a essência.

Tudo o mais é discutível, tudo o mais se esboroa em postagens e fake news. Para a primeira geração a vida, isto já deixamos para trás, para a segunda geração, a velocidade nela estamos. Queira Deus suceda ainda em marcha mais lenta para a terceira geração.

João Misael Tavares Lantyer

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui