Caravelas produz máscaras para proteger servidores públicos e a população da Covid-19

Caravelas produz máscaras para proteger servidores públicos e a população da Covid-19. Fotos: Ascom

Com o aparecimento da doença, itens utilizados na prevenção, como máscaras e álcool em gel, desapareceram das prateleiras das farmácias e mercados. A demanda fez reduzir a oferta desses produtos.

As máscaras estão entre o Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) contra o vírus. Em Caravelas, a equipe de servidores do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV) e do Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) se uniram para produzir máscaras de proteção, confeccionadas em tecido (lavável) e em TNT (descartável).

Esse material está sendo confeccionado no prédio do Serviço de Convivência (localizado à Rua Rives Scofield, no centro de Caravelas).

Segundo a Secretária de Assistência Social, Ticiana Siquara, “ao longo dessa primeira semana de trabalho, já foram confeccionadas mais de mil máscaras, destinadas, inicialmente, aos servidores públicos municipais, especialmente, aqueles designados para apoio em ações de saúde, do serviço social e de obras e, à medida que aumenta a produção, também serão disponibilizadas à população”, argumentou.

O Prefeito de Caravelas, Silvio Ramalho, destacou que “as máscaras estão sendo produzidas com recursos próprios do município, com a ideia de proteger os profissionais de saúde e os servidores que atuam em atividades essenciais – segurança, saúde, social, limpeza pública, por exemplo -, em seguida, para atender os caravelenses do grupo de risco e à todos que precisarem”, disse.

MEDIDAS DE PREVENÇÃO – Mesmo sem nenhum caso confirmado da COVID-19, doença causada pelo novo coronavírus, o município de Caravelas mantem a guarda para proteger a população. Está em vigor decreto municipal com medidas para evitar o contágio e a propagação do coronavírus.

Uma barreira sanitária monita a temperatura e o quadro de saúde de quem entra na cidade. Também há a exigência de máscaras para funcionários e a disponibilização de álcool em gel (70%) em todos os estabelecimentos autorizados ao funcionamento.

1 COMENTÁRIO

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui