Capitania dos Portos promove troca de agentes

O Capitão Tenente Jorge Cordeiro de Oliveira assume o posto deixado pelo Capitão de Corveta Manuel Antonio da Cruz
* Pedro Ivo Rodrigues

Na última sexta-feira, 28 de janeiro, a Capitania dos Portos de Porto Seguro promoveu solenidade para a troca de agentes. O Capitão-Tenente Jorge Cordeiro de Oliveira assume o posto deixado pelo Capitão de Corveta Manuel Antonio da Cruz. A solenidade ocorreu na sede da Agência, localizada na rua São Pedro, Centro. O evento teve participação especial do Capitão dos Portos da Bahia, Capitão de Mar e Guerra Paulo Fernandes Baltoré.

Autoridades civis e militares assistiram ao hasteamento das bandeiras Nacional e da Marinha do Brasil e à execução do Hino Nacional. Também estiveram presentes empresários do setor náutico e representantes da sociedade civil organizada.

Autoridades civis e militares assistiram ao hasteamento das bandeiras e execução do Hino Nacional
Jorge Cordeiro de Oliveira é natural do Rio de Janeiro, onde servia no Corpo de Fuzileiros da Marinha. Ele declarou que seguirá o exemplo do seu antecessor, se integrando com a sociedade local. “A prefeitura, na pessoa do prefeito Gilberto Abade, e o empresariado nos auxiliaram bastante na conscientização de nossas campanhas”, enfatizou o Capitão Cruz, que será transferido para Rio de Janeiro. O Capitão Cordeiro, por sua vez, esclareceu que a segurança no mar contempla a segurança nos transportes aquaviários, a salvaguarda da vida humana no mar e o combate à poluição hídrica. “Muito nos honra poder fazer isso num local tão estratégico como Porto Seguro, um dos principais pólos turísticos do País, onde nasceu o Brasil”, explanou, salientando que, pelas suas especificidades e vocação turística, é um desafio pessoal e profissional atuar na Costa do Descobrimento.

“Após completar o período de dois anos como agente da Capitania dos Portos de Seguro, desembarca hoje, com o sentimento do dever cumprido, o capitão de corveta Manuel Antonio da Cruz, possuidor de elevados atributos profissionais, como espírito de cooperação, iniciativa, conhecimento profissional e capacidade de decisão. Executou, de forma eficiente, diversas tarefas em prol da manutenção da segurança da navegação, no ordenamento do tráfego aquaviário, do ensino profissional marítimo, nas históricas águas desta região conhecida como Costa do Descobrimento”, declarou o capitão de Mar e Guerra Paulo Fernandes Baltoré.

A Capitania dos Portos de Porto Seguro responde por uma extensão marítima compreendida por 350 quilômetros da costa baiana, abrangendo 21 municípios.

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui