Camacan: Homem é condenado a 31 anos de prisão por matar criança

Dejackson Silva Vieira também estuprou José Thiago Araújo, de 8 anos.

Garoto costumava passear de moto com o réu. Crime ocorreu em 2007.

Um homem acusado de estuprar e matar um garoto de 8 anos em Camacan, Sul da Bahia, foi condenado a 31 anos de prisão em regime fechado. O crime ocorreu em 2007.

O júri popular realizado na terça-feira (25) condenou o réu por estupro e homicídio qualificado. Dejackson Silva Vieira, de 34 anos, passou a noite na cadeia pública de Camacan e vai ser levado nesta quarta-feira (26) para o Conjunto Penal de Itabuna, no sul da Bahia. Dejackson ficou preso um ano e meio, mas há cinco anos aguardava o julgamento em liberdade. Ele nega o crime.

A mãe do garoto assassinado compareceu ao fórum junto com parentes e amigos da família para acompanhar o julgamento do motorista. Eles usaram uma camisa para homenagear a criança. “Eu não esqueço ele hora nenhuma, martela na minha cabeça direto. Ele era tudo na minha vida”, disse Maria Regina. Dejackson Silva ainda pode recorrer da decisão da Justiça.

Crime

No dia 3 de outubro de 2007, Dejackson teria estuprado e estrangulado José Thiago Santos Araújo, de 8 anos. O menino desapareceu em São João do Panelinha, distrito de Camacan. O corpo de Thiago foi encontrado pelo irmão um dia depois, em uma estrada rural. “Cheguei lá e encontrei o meu irmão deitado, já sem vida”, emociona-se Rafael Araújo.

Na época que Thiago desapareceu, a família começou a suspeitar de Dejackson, que costumava levar o menino para passear de moto. Segundo parentes, o motorista não ajudou a procurar o garoto, mas quando foi pressionado disse que tinha visto Thiago em uma estrada rural, exatamente onde o menino foi encontrado morto. A irmã da vítima havia revelado ter percebido o comportamento diferente do garoto. Ela suspeitava que ele já estava sendo vítima de abuso sexual.

 

 

 

Fonte: G1, com informações da TV Santa Cruz

 

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui