Caçamba desgovernada mata mulher

Eunápolis – A técnica em enfermagem Maria Dolacy da Silva Santos Borges, 54, morreu atropelada por uma caçamba (placa GMX-1434) nesta quinta-feira, 30, no Centro de Eunápolis. O veículo trafegava pela Avenida Conselheiro Luiz Viana, quando a barra de direção teria travado e o condutor, conhecido como Carlão, perdeu o controle do caminhão.

A vítima andava de bicicleta ao ser atingida. Após a tragédia, o veículo ainda bateu em um carro de placa JPG-9653, que estava estacionado em frente a um posto de gasolina, e também em um orelhão e mais duas lixeiras.

Segundo o policial militar Arles Pinto Lima, o caminhão não tinha condições de tráfego, devido à má conservação, e estava apreendido no Departamento Estadual de Trânsito (Detran) há dois dias.

Carlão, segundo testemunhas, acionou o serviço de um moto-táxi e fugiu do local. De acordo com o delegado Valfredo Neto, o condutor responderá por homicídio culposo, quando não há intenção de matar, mas assume-se o risco.

O corpo de Maria Dolacy, até o final da tarde desta quinta, estava no Instituto Médico Legal de Eunápolis. Ela era casada com o ex-presidente do Sindicato dos Vigilantes de Eunápolis, Antônio Ribeiro Borges, 49.

Ela deixa quatro filhos adultos, entre eles o policial militar Leôncio Saraiva, lotado na 7ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM), em Eunápolis. O corpo da vítima será enterrado nesta sexta-feira, 31, em Eunápolis, no Cemitério da Consolação (bairro Pequi), em horário indefinido.

Fonte: A Tarde

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui