Brasil produzirá genéricos para Aids e hepatites

Foto ilustrativa
A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) concedeu o registro de comercialização da versão genérica do Tenofovir para o laboratório oficial Fundação Ezequiel Dias (Funed – Governo do Estado de Minas Gerais). Com o aval do órgão, 9 milhões de comprimidos para a Aids e hepatites começarão a ser produzidos a partir da próxima semana. Atualmente, cerca de 64 mil pacientes de Aids e 1,5 mil de hepatites fazem uso do medicamento no país. A produção se tornou possível em função de parceria público-privada viabilizada pela Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos (SCTIE) do Ministério da Saúde. Em 2010, foram investidos R$ 577,6 milhões na aquisição de antirretrovirais importados e R$ 224,9 milhões na fabricação dos nacionais. Mesmo com o investimento em incorporação da tecnologia, o preço inicial do Tenofovir nacional será o mesmo pago pelo SUS na última aquisição internacional: R$ 4,02.

Fonte: Bahia Notícias

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui