Bolsa Família Móvel realiza cadastro do BPC em São Sebastião

Foto: Ascom

Mais de 2 mil atendimentos foram realizados em 16 localidades da Zona Rural

O projeto Bolsa Família Móvel, ligado à Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, realizou neste sábado, 30, a sua 16ª edição na zona rural de Vitória da Conquista. Desta vez foi São Sebastião – distrito localizado a 26 quilômetros do perímetro urbano – que recebeu a equipe da Prefeitura, responsável pelo Cadastro Único.

O CadÚnico, como é conhecido, além de inscrever as pessoas que têm direito ao Bolsa Família, serve para outros programas sociais do Governo. Dona Marli Gomes, 53, não tinha conhecimento disso. Mas, ao ir à Escola Municipal Euclides da Cunha tirar dúvidas sobre o Bolsa Família, ela acabou atualizando os dados de seu esposo Américo Batista, 60, que recebe o Benefício de Prestação Continuada (BPC).

De acordo o Decreto Federal nº 8.805/16, todos os cidadãos que recebem o BPC devem se inscrever no CadÚnico. Caso isso não ocorra, haverá uma suspensão do beneficio. Seu Américo recebe o auxílio por ter uma doença que o impede de trabalhar e levar uma vida independente. Ele teria até 2018 para fazer a inscrição.

“Graças a Deus fui bem atendida e resolveu tudo”, resumiu dona Marli. Já seu Américo conversou mais detalhes dos motivos que o levou a receber o benefício e sobre a ação da Prefeitura, ele comentou: “Foi bom demais, pois eu não ia ter condições de ir a Conquista, sentindo tanta dor”.

Diferente do morador de São Sebastião, os idosos acima de 65 anos, que não contribuíram com a previdência e têm renda per capita familiar inferior a ¼ do salário mínimo, devem se cadastrar até 31 de dezembro deste ano.

Vitória da Conquista tem 6.190 idosos beneficiários e a Prefeitura tem buscado essas pessoas para realizar o cadastro. “Estamos fazendo essa busca ativa não só na cidade como nos povoados e distritos por meio do Bolsa Família Móvel, implantado na gestão do prefeito Herzem Gusmão, que vem efetivando o Governo Mais Perto de Você”, ressaltou a coordenadora municipal de Renda e Cidadania e gestora do Bolsa Família, Ianna Karine Carvalho.

Outra ação começou a ser desenvolvida na última semana para busca ativa desses idosos. “Em parceria com a coordenação de Assistência Social Básica, acertamos realizar visitas a todos os Cras”, informou Ianna Karine. A primeira atividade aconteceu nos dias 26 e 28, no Cras Pedrinhas.

Números do Bolsa Família – Com a realização do Bolsa Família Móvel, mais de 2 mil famílias foram atendidas nos povoados e sedes dos distritos. A dona de casa Maria Aparecida Brito Pereira, mãe de três crianças, foi uma das pessoas que saíram do seu povoado para ir até a sede do distrito. “Foi bom a vinda do Bolsa Família para São Sebastião, pois estava esperando a visita do pessoal lá em Caldeirão e quando soube da vinda deles eu vim atualizar meu cadastro”, disse a moradora do povoado de Caldeirão, que fica na divisa com o município de Planalto.

Além da Zona Rural, o Bolsa Família Móvel atendeu 800 famílias em bairros mais distantes do centro. Já na sede do programa, localizada na Av. Juracy Magalhães, foram atendidos 35.564 pessoas até o mês de agosto.

 

 

 

 

 

 

 

 

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui