Biocombustíveis concentra na Bahia compra de matérias primas

Com o apoio da gestão Jaques Wagner, 21 mil pequenos agricultores baianos firmaram parceria para fornecer matéria prima à Petrobras Biocombustíveis, cuja unidade em Candeias, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), vai produzir 217 milhões de litros de biodiesel por ano. A estatal aumentou a presença na Bahia ao comprar, por R$ 15,5 milhões, de 50% da empresa Bio-óleo Industrial e Comercial, localizada em Feira de Santana, que processa mamona, amendoim, caroços de algodão e sementes de girassol.

O Programa Nacional de Biodiesel obriga a Petrobras Biocombustíveis a adquirir matéria prima de pequenos produtores e na Bahia, o processo de recrutamento ocorreu de forma democrática, com a participação de cooperativas, lavradores, representantes de movimentos sociais e técnicos do governo do estado.

Maior usina da estatal no país, a unidade de Candeias terá a planta industrial ampliada, em um investimento de R$ 65 milhões. O presidente da Petrobras BioCombustíveis, Miguel Rosseto, afirmou em entrevistas à imprensa, que pretende concentrar na Bahia a aquisição de matérias-primas.

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui