Biblioteca Pública recebe I Seminário de Museologia e Patrimônio de Ilhéus na próxima sexta-feira

alt

A Biblioteca Municipal Adonias Filho, localizada na avenida Soares Lopes, sediará o I Seminário de Museologia e Patrimônio de Ilhéus, na próxima sexta-feira, dia 1º, a partir das 9h. O evento é uma realização da Rede de Museus e Pontos de Memória do Sul da Bahia, em parceria com a Secretaria Municipal de Cultura (Secult) Ilhéus, do Instituto do Patrimônio Artístico Cultural da Bahia (IPAC), CEDOC/UESC e do Instituto Nossa Senhora da Piedade.

 

O evento faz parte das comemorações dos 25 anos do Museu da Piedade e dos 100 anos do Instituto Nossa Senhora da Piedade. Anarleide Menezes, gestora do Museu da Piedade e articuladora do evento, explica que o evento é aberto para gestores de Museus e Memoriais, arquitetos, párocos detentores de acervo de arte sacra, estudantes de história, estudantes de turismo, membros do Conselho Municipal de Cultura e para qualquer pessoa da comunidade interessada em discutir sobre o patrimônio histórico artístico e cultural da região.

 

O I Seminário de Museologia e Patrimônio de Ilhéus visa a ampliar as discussões sobre os rumos do Patrimônio Cultural e Artístico da Região Sul da Bahia. “O que almejamos para os próximos anos? O que devemos fazer agora para a concretização da salvaguarda da história regional?”, são alguns dos questionamentos que serão feitos no seminário, segundo Anarleide.

 

A mesa de abertura do seminário, às 9h, será composta por representantes do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia – IPAC, Prefeitura de Ilhéus, Universidade Estadual de Santa Cruz, Secretaria de Cultura de Ilhéus, com a presença confirmada do Secretário Paulo Atto, de prepostos da Secretaria de Turismo de Ilhéus e da Rede de Museus e Memoriais e Pontos de Memória do Sul da Bahia.

 

Programação – A partir das 9h30min, haverá a mesa de discussão “Narrativas Patrimoniais – O Antes e Depois do Tombamento/Registro Especial”. Às 10h30min, acontecerá a roda de conversa sobe Políticas Públicas voltadas para o Patrimônio Histórico e Cultural do Sul da Bahia, com a presença de Roberto Pellegrino – Diretor de Preservação do Patrimônio Cultural (Dipat), André Rosa – Cedoc/Uesc, e Carol Érika Santos – Coordenadora do Curso de Arquitetura e Urbanismo da Faculdade Madre Thaís.

 

Pela tarde, a programação terá início às 14h, com a palestra “Narrativas Patrimoniais – Conservar é preciso!”. Às 15h, a roda de conversa será sobre Experiências Regionais em Projetos de Conservação de Acervo, com a presença de Anarleide Menezes, que abordará o “Museu da Piedade: Restauração e Revitalização das Obras de Arte Sacra da Capela de Nossa Senhora da Piedade”; Gilmário Rodrigues apresentará o “Memorial Unzó Tombenci Neto: Reforma e dinamização” e Dida Moreno falará sobre a “Casa de Arte Baiana: Artistas Baianos em Exposição de Longa Duração”. O evento será encerrado às 17h com um sarau lítero-musical com presença de artistas da região.

 

Secretaria de Comunicação Social – Secom.

Ilhéus, 29.6.16

 

 

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui