“Bem Receber Copa” capacita profissionais da hotelaria

Foto: Rodrigo Hadja
Gerentes, porteiros, recepcionistas, mensageiros e governantas que trabalham nos hotéis de Porto Seguro já têm acesso ao programa Bem Receber Copa. Criado pelo Ministério do Turismo, em parceria com entidades como a ABIH (Associação Brasileira das Indústrias de Hotéis), o programa tem como objetivo capacitar o setor para atingir padrões internacionais de qualidade nos serviços turísticos, durante os jogos da Copa do Mundo de 2014.

O programa foi lançado em Porto Seguro em parceria com a Prefeitura, durante um evento no Hotel Náutico, que contou com a presença do prefeito Gilberto Abade; dos secretários de Turismo, Guto Jones; Planejamento, Valmir Vieira Santos e Administração, Lauro Setúbal; da representante da Escola Virtual dos Meios de Hospedagem e coordenadora do projeto em Salvador; Cinara Costa; do representante da ABIH-BA, Siegfried Michel e da coordenadora local do programa, Michela Kutras.

Com o slogan “O sucesso do Brasil está em nossas mãos”, o Bem Receber Copa foi desenvolvido com o uso da metodologia de educação à distância, adotada pela Escola Virtual dos Meios de Hospedagem. O público alvo é composto por todos aqueles profissionais que terão contato direto com os turistas na Copa de 2014.

No ano de 2010 foram matriculados 5.318 profissionais nas 12 capitais-sede da Copa do Mundo. Para 2011 está prevista a expansão da oferta para aproximadamente 12 mil vagas, contemplado as 27 capitais brasileiras e 33 destinos indutores do turismo. Por ser um dos destinos indutores, Porto Seguro foi inserido este ano no projeto, com uma oferta de 300 vagas.

Base camp

Na opinião do prefeito Abade, esse programa de capacitação é fundamental para que a hotelaria de Porto Seguro possa oferecer serviços de qualidade durante a Copa de 2014. Segundo o prefeito, há dois anos ele iniciou os contatos com a Fifa para que Porto Seguro seja uma base camp. Abade informou que a Prefeitura contratou uma assessoria especializada e está trabalhando investindo nessa possibilidade. “Queremos que os estrangeiros venham e fortaleçam os laços com Porto Seguro, criem raízes com a nossa cidade. Por todas as qualidades que nosso município possui, temos a confiança que Porto Seguro será uma das cidades escolhidas”, enfatizou.

O secretário de Turismo, Guto Jones, destacou a importância da parceria com o trade turístico para alavancar ações que beneficiam o destino como um todo. “Conclamo os senhores a participar de todas as ações da Copa do Mundo, porque essa é mais uma oportunidade de Porto Seguro mostrar o seu rico potencial para o Brasil e o mundo”, disse o secretário. Guto Jones explicou de que maneira a cidade entraria no contexto da Copa do Mundo. “Além de ser um centro de treinamento e um local onde os atletas poderão ficar sediados nos intervalos dos jogos, estamos pleiteando que Porto Seguro seja ainda um local de aclimatação, para onde as seleções viriam bem antes dos jogos, para se adaptar ao clima do país”, argumentou.

Guto Jones salientou ainda que Porto Seguro será inscrito também para participar das ações de voluntariado e que aqui poderá ser montado ainda um fam fest – um espaço onde as pessoas poderão assistir aos jogos da Copa do Mundo como se estivessem num estádio de futebol. “Hoje nossa cidade vive um divisor de águas, não apenas porque o poder público tem uma participação ativa, mas também porque contamos com o apoio decisivo do trade turístico”, concluiu.

Fonte: Hilda Rodrigues/Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Porto Seguro

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui