Casal de Arraial d’Ajuda participa de reality show

Daniela Soares e Clara Averbuck em gravação do Troca de Família (Foto: Christian Chahestian)
A escritora e cantora Clara Averbuck, 31 anos, só queria ganhar um dinheiro (cada família recebe R$ 25 mil brutos) e divulgar sua banda, a Clara Averbuck e The Oneyedcats, quando se inscreveu no Troca de Família, reality show cuja quarta temporada será exibida a partir de hoje, (8), pela Record.

Durante uma semana, Clara trocou de lugar com Daniela Alves de Souza Soares, casada com um marinheiro inglês, Jason McMullan, ambos moradores de Arraial D’Ajuda, em Porto Seguro (Bahia).

Daniela, por sua vez, passou uma semana em São Paulo com a filha e o marido de Clara, o músico Reginaldo Lincoln, baixista da banda Vanguart.

O episódio, a ser exibido hoje e quinta-feira, foi gravado há quase um ano, em março de 2010. Os casais já foram desfeitos. Clara e Reginaldo se separaram em setembro. Há dois meses, segundo Clara, Reginaldo lhe contou que a traiu durante as gravações do Troca de Família. A separação, frisa ela, não teve nada a ver com o programa.

Ao blog, Reginaldo negou ter tido qualquer contato mais íntimo com Daniela. Daniela também nega as acusações. “Ela está querendo mídia, aparecer”, disse.

Segundo Johnny Martins, diretor do reality show, o programa não deixará explícito se houve algum envolvimento mais forte entre Reginaldo e Daniela, mas os telespectadores irão perceber, sim, que algo aconteceu.

Clara Averbuck, que atualmente faz críticas bem-humoradas de Big Brother Brasil no Tricô dos Broder, no R7, decidiu se antecipar. Na semana passada, revelou a seus seguidores no Twitter que fora traída em sua experiência “antropológica” em um reality show.

A seguir, o depoimento de Clara ao blog:

Por que um reality show?
– Eu tinha uma banda com meu ex-marido. Achamos legal para mostrar a banda. E achamos um dinheiro fácil. Como eu era trouxa e não estava muito, digamos, bem inteirada, não achei que alguém fosse doido o suficiente pra trair em um Troca de Família. Mas aparentemente eu era casada com esse alguém, né?

Na época eu não tinha muito interesse por reality shows. Preferia os seriados. Recentemente descobri que os reality shows são sobre a natureza humana, não só uma invenção sem criatividade e exposição desnecessária como eu costumava pensar. Ver o BBB como uma experiência antropológica é provavelmente um dos trabalhos mais legais que já fiz. Fora que ninguém pode falar que eu não sei como é estar em um reality show, que não posso falar ou apontar dedos quando se trata de BBB. Sei muito bem.

Claro que o Troca de Família é diferente, ninguém fica confinado e não tem isso das câmeras 24h sem respiro do BBB. Mas quem ‘esquece’ que está microfonado e acha que está fazendo as coisas sem ninguém ver tem que ser bem delusional. Como meu ex e a aquela senhora foram.

O fim do casamento

– Começamos a namorar em 2007, e ele foi morar comigo em 2008. Casamos em 21 de setembro de 2009 e nos separamos um ano depois. Relação disfuncional e obsessiva nunca pode dar certo. Não deu. O fim do nosso casamento não teve a ver com o programa, teve a ver com a vida mesmo.

Antes de casar ele me traía compulsivamente. Depois do casamento, achei que tinha sossegado. Talvez a delusional tenha sido eu.

Ele me contou há pouco tempo que teve uns momentos com aquela senhora [Daniela]. ‘Deu uns catos’, nas palavras dele. Contou que ela já chegou intimando e falando que o marido ficava quatro meses fora e ela fazia sexo todo dia. Pura finesse. Contou isso entre outras coisas.

A gente não se falava desde a separação definitiva, em setembro de 2010. Ainda houve uma tentativa de reconciliação a partir de maio do ano passado, mas não deu nem um pouco certo. Começou toda errada e só piorou.

Eu já sabia de várias histórias sórdidas, mas quando ele me contou essa em especial eu fiquei com nojo dele para sempre. Como alguém pode sujeitar a esposa e a enteada à tamanha vergonha? Quebrou o amor de vez.

É importante frisar: a gente não separou por causa do Troca, a gente separou porque ele é completamente disfuncional. Olha que eu dei chance ali, viu? Só que uma hora cansa. O Troca passar agora só me fez perceber que eu já tinha superado tudo aquilo e não sobrou um pingo do amor looouco que eu sentia por aquele rapaz.

A outra família

– Eu adorei a família. Com exceção da mãe, obviamente. Na hora em que a conheci já nos desentendemos. Mas o então marido dela é um marinheiro inglês muito legal e respeitoso. E os filhos eram uns amores. O menorzinho, de quatro anos, ficou super apegado a mim e o de 11 tem um talento extraordinário para desenhar e é muito inteligente.

Também me apeguei a eles. É fácil se afeiçoar a uma criança. Fiquei amiga do pai, mas longe de ser ‘apego’. No final nos demos muito bem e conversamos sobre o mundo, o universo e tudo mais. Houve um dia de desentendimento, mas foi muito mais teatrinho da parte do Jason, o marinheiro. Mas eu gostei muito e adoraria ver a família novamente. Sem a mãe, por favor. Sem a mãe e sem toda aquela gente cínica que rondava a casa só quando as câmeras estavam lá.

‘É coisa da cabeça dela’

Ex-marido de Clara Averbuck, o músico Reginaldo Lincoln nega tê-la traído durante as gravações do reality show Troca de Família.

Reginaldo sustenta que não houve “nada” entre ele e Daniela Alves de Souza Soares.

Leia a íntegra de nota que o baixista da banda Vanguart enviou ou blog:

“Essas histórias de ‘dar catos’ rolaram pros dois lados. Me disseram que com a Clara rolou a mesma coisa, que ela tinha ficado com o marido da Daniela. Fato é que por aqui não rolou nada. Durante as gravações, chegaram a perguntar se estava rolando alguma coisa entre eu e a Daniela, pois a gente se deu bem em relação às coisas dentro de casa, concordávamos em vários aspectos e acabamos nos divertindo em vários momentos. Não houve sacanagem da parte de ninguém. O que a Clara disse é coisa da cabeça dela”.

‘Ela está querendo mídia’

A estilista e cenógrafa Daniela Alves de Souza Soares também nega as acusações de Clara Averbuck. “Não sei o que ela quer. Acho que está querendo mídia, aparecer”, disse ao blog.

Daniela afirma que não aconteceu nada entre ela e o músico Reginaldo Lincoln, então marido de Clara, durante as gravações de Troca de Família, em março do ano passado.

“Na última noite, a gente saiu, fiquei bêbada, desmaiei. A gente bebeu tanto que pode ter se abraçado, mas não é aquela coisa de sexo, de dormir juntos. A gente dormiu em quartos separados”, conta.

Segundo Daniela, seu casamento com o marinheiro Jason McMullan acabou em junho do ano passado, mas não foi consequência do Troca de Família.

Para Daniela, Clara está acusando seu ex-marido de tê-la traído porque “seu lado ficou meio prejudicado”: “Dizem que ela ficou pirada porque o Reginaldo a deixou. Não tenho o que falar sobre isso”.

Jason

O R7 tentou ontem ouvir o marinheiro Jason McMullan, mas não conseguiu localizá-lo. Jason não respondeu a e-mail enviado pelo blog.

Fonte: Daniel Castro / R7

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui