Bahia: morre Zé Góes, pecuarista e cacauicultor da região sul

alt

Faleceu, neste sábado (9), o pecuarista e cacauicultor José de Souza Góes. Natural de Ilhéus, na Bahia, pecuarista e cacauicultor, foi presidente do Flamengo de Ilhéus e muito contribuiu para o desenvolvimento de Ilhéus, Itabuna e região. Cumprindo o ciclo da vida, Zé Góes, faleceu, aos 86 anos de idade, deixando um legado enorme, acima de tudo, de participação efetiva na vida pública e empresarial de toda Ilhéus e região.

Zé Góes, um dos últimos coronéis, foi o precursor da raça Indubrasil e nelore na Bahia, além de grande incentivador e sócio da ABCZ – Associação dos Criadores de Gado Zebú. Proprietário da Rádio Santa Cruz AM, de Ilhéus, também contribuiu com o desenvolvimento das comunicações.

Ele amou muito sua terra, doou-se por inteiro a ela, como era da sua personalidade. Pecuarista legítimo, grande criador de manga larga, responsável pelo melhoramento genético na pecuária baiana, Zé Góes tinha muita garra, muito otimismo e muita vitalidade em tudo que empreendia.

Amigo, bom esposo, bom pai, simples, sincero, atendia a todos indistintamente. Baiano dos bons! Uma parte importante de Ilhéus morre um pouco também.

Seus familiares e amigos se despedem com muita saudade. Hoje, Ilhéus e toda a região sul estão de luto.

Será realizada, sexta feira (15/07/2016), a Missa de 7º dia, as 19:30h, na Igreja Nossa Senhora de Guadalupe, no bairro Pacheco em Ihéus-BA.

 

 

 

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui