Até o fim do ano, pelo menos 55 mil vagas de emprego serão abertas na Bahia

Em todo o estado, possuem, ao todo, 1.187 vagas abertas para amanhã

O estudante de Engenharia Elétrica da Ufba, Victor Nunes, 22 anos, está no oitavo semestre de curso e quer agregar à sua formação mais uma experiência profissional. Ele está à procura de um novo trabalho desde janeiro, mas, como ninguém é de ferro, deu uma pequena pausa na busca e viajou para a Ilha de Itaparica durante o Carnaval.

“Agora, já voltei a ficar de olho nos sites especializados e no grupo de e-mails da faculdade, onde sempre tem alguém divulgando vagas”. Passado o período de festas de Verão e da folia de momo, é hora de ir à luta e voltar a procurar um trabalho. A boa notícia é que está prevista a abertura de 55 mil vagas na Bahia até o fim do ano.

As agências que ajudam os interessados a encontrar emprego em Salvador e na Bahia, como o Serviço Municipal de Intermediação de Mão de Obra (Simm), na capital, e o Serviço de Intermediação para o Trabalho (Sine Bahia), em todo o estado, possuem, ao todo, 1.187 vagas abertas para amanhã.

A promessa é de que, nos próximos meses, vários postos surjam, sobretudo nas áreas de Comércio, Serviços e Construção. Além disso, a expectativa é que cerca de 1 mil vagas temporárias para a Páscoa sejam abertas para ocupações como estoquista, vendedor, promotor de vendas, demonstrador de mercadorias, repositor e fiscal de loja.

Amanhã, o Simm abrirá 400 vagas para funções como cartazeiro, consultor de vendas, capoteiro, copeiro de bar, cozinheiro de restaurante, auxiliar de cozinha, auxiliar de manutenção predial, depiladora, garçom, gerente de bar, gerente de loja, mecânico, manicure, promotor de vendas, recepcionista bilíngue, supervisor de salão, serralheiro de alumínio e vidraceiro.

Já o Sine Bahia buscará preencher 787 postos para auxiliar de depósito, consultor de vendas, empregada doméstica, supervisor de telemarketing, garçons, auxiliar de cozinha, professora de academia, padeiro e instalador de antenas de televisão.

Contatos

O primeiro conselho do gerente da unidade central do Sine Bahia, Moisés Frutuoso, para quem está buscando uma oportunidade de trabalho neste momento é reativar a rede de relacionamentos. “Esse é um passo muito importante, já que boa parte dos trabalhos é conseguida por meio de contatos”, explica.

Já a dica de Moisés para os estudantes que buscam um estágio, como Victor, é consultar colegas de faculdade que estejam atuando na área. “Quem busca um trabalho também pode contatar, mesmo despretensiosamente, antigos colegas de profissão, ex-chefes, etc”.

Outras recomendações do gerente da agência são conhecer o mercado de trabalho da sua área de atuação, pesquisar qual tipo de profissional o empregador está buscando e, a partir disso, traçar um plano estratégico para conseguir uma vaga. Ele aconselha ainda buscar cursos de qualificação em alguma área correlata à vaga que está pleiteando.

“Quem atua na área de recepção pode fazer um curso de idiomas ou na área de qualidade de atendimento. Quem atua na área de vendas pode buscar um curso de técnicas de vendas ou de oratória”, exemplifica. Ele ainda destaca a importância dos cursos de informática. “É importante se qualificar principalmente no programa Microsoft Excel, por exemplo, muito demandado para postos de vendas e de auxiliar administrativo”.

Por sua vez, a consultora de Recursos Humanos da Efetiva RH Deusair Telles recomenda que os aspirantes a uma vaga tenham foco. “Quem está buscando um trabalho precisa saber que tipo de função quer e elaborar um currículo que demonstre isso”, orienta.

“O ideal é colocar no currículo as atribuições que tenham a ver com a vaga que se esta buscando, além das três últimas experiências de trabalho com data de entrada e saída”.

Segundo ela, quem pretende mudar de área e tem pouca ou nenhuma experiência no novo campo de atuação deve especificar isso também. “O importante é sempre colocar a verdade e as informações completas, porque o selecionador bem preparado percebe um currículo cheio de furos”. Telles acrescenta que quem coloca informações falsas no currículo não conseguirá, no futuro, manter-se no trabalho.

No momento de ser entrevistado, a recomendação é prestar atenção ao perfil da vaga que se está buscando, para não exagerar na formalidade, nem na informalidade. “A roupa adequada para um emprego de profissional de marketing é diferente da de um escritório de advocacia”, exemplifica Telles.

Copa do Mundo

De acordo com a consultora da Efetiva RH, já é um bom momento para começar a se preparar para a Copa do Mundo de 2014, pois as ofertas de emprego para a área esportiva já estão surgindo. “Algumas empresas já estão se instalando em Salvador e buscando pessoas que gostem de esporte”. A recomendação dela para se preparar para esse tipo de vaga é dedicar-se ao inglês e outros idiomas, além de acompanhar o noticiário de futebol. “Os empregadores dizem: preciso de alguém que goste de esporte, sobretudo de futebol. Se não gostar, nem mande”, conta.

Por fim, ela destaca que mais importante que os requisitos técnicos e as experiências anteriores são as características comportamentais. “As empresas buscam pessoas centradas, que sejam verdadeiras, tenham firmeza no olhar, saibam se relacionar bem, sejam pró-ativas, dinâmicas”, enumera. Segundo ela, demonstrar interesse pelo trabalho é, muitas vezes, um grande passo para conseguir uma vaga. “Já há empresas que têm preferido uma postura de disposição ao aprendizado à experiência”.


Fonte: Victor Longo / Correio da Bahia

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui