Apresentador de TV revela ter usado mesmo terno por um ano para denunciar ‘sexismo’

Australiano Karl Stefanovic usou mesmo terno azul durante um ano e ninguém percebeu. “Mas quando as mulheres usam a cor errada são duramente criticadas”

Apresentador usou mesmo terno durante um ano, variando apenas a camisa e gravata. Foto: Divulgação
Como forma de denunciar o ‘sexismo na TV’, o apresentador australiano Karl Stefanovic usou, initerruptamente, o mesmo terno durante um ano para apresentar o noticiário Today, veiculado às manhãs na Austrália. A ação foi feita em solidariedade às colegas de trabalho.

“Ninguém reparou, mas quando as mulheres usam a cor errada são duramente criticadas. Elas dizem uma coisa errada e há milhares de tuítes sobre o erro”, disse o âncora em entrevista ao jornal The Age.

Muito conhecido na TV, Karl afirmou que sua colega de bancada, a jornalista Lisa Wilkinson, recebe diariamente mensagens de diversos telespectadores comentando sobre as roupas que escolhe para usar diante das câmeras, incluindo críticas da própria imprensa.

“As mulheres são julgadas de forma muito mais severa e profunda pelo que fazem, pelo que dizem e pelo que vestem. Sou julgado pelas minhas entrevistas, pelo meu senso de humor, ou seja, pela maneira como eu desempenho minhas funções, basicamente. Enquanto isso, as mulheres são normalmente julgadas pelo que estão vestindo ou por seu cabelo”, critica o âncora.

Karl conta, ainda, que começou o “protesto” usando o terno por dois dias consecutivos, mas como não obteve nenhuma reação dos telespectadores ou da imprensa, decidiu continuar usando o traje até que fosse notado. Os dias se transformaram em meses e, quando completou um ano imperceptível, o âncora resolveu revelar que não trocava de roupa.

“Só a Lisa e a Sylvia (apresentadora e produtora do programa) sabiam sobre a história do terno. Várias vezes elas me diziam que eu já estava fedendo. Espero poder pelo menos lavar meu terno no fim deste ano”, brincou.

 

 

 

Fonte: Correio

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui