Após final da Libertadores, empresário corintiano mata esposa palmeirense a facadas

Leonardo Ceschini foi autuado por homicídio qualificado após assassinar a facadas a esposa Érica Fernandes Ceschini. Foto reprodução


O empresário Leonardo Souza Ceschini, de 34 anos, foi preso em flagrante após assassinar a facadas a esposa Érica Fernandes Ceschini no último sábado, 30, em São Domingos, na Zona Oeste de São Paulo. De acordo com a Polícia Civil, uma discussão envolvendo a final da Copa Libertadores da América motivou o crime, já que a palmeirense Érica comemorava a vitória de seu time no campeonato, o que irritou o marido corintiano. Em depoimento, Leonardo confessou o assassinato e afirmou que, durante a briga, a vítima teria o golpeado primeiro com a faca, quando conseguiu tomar o utensilio e a esfaqueou até a morte.

Em nota, aPolícia Militar informou que foi acionada pelos vizinhos do casal que ouviram a discussão. No entanto, ao chegar no local, as autoridades encontraram a mulher caída no chão da cozinha, já sem vida. O suspeito, por sua vez, apresentava lesões na barriga e foi encaminhado ao Hospital do Mandaqui, onde permaneceu internado sob escolta policial. A perícia foi realizada e o caso foi registrado como homicídio qualificado pelo 33º Departamento Policial de Pirituba. Leonardo Ceschini foi autuado por homicídio qualificado. O casal criava filhos gêmeos pequenos, de 2 anos de idade.

Fonte: Jovem Pan

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui