Após denúncia do Jornal OSollo, Adab retira veículos abandonados no pátio em Eunápolis

Sete veículos da frota da Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab) estavam abandonados no pátio da Agência há mais de dez anos

Veículos de modelos populares e pickups que chegam a custar R$ 50 mil estavam entre os carros abandonados no pátio. Fotos: OSollo

Mais um exemplo de desperdício do dinheiro público em Eunápolis. Carros oficiais da Adab estavam abandonados e sendo consumidos pela ferrugem, alguns há mais de uma década estacionados no local. O Jornal OSollo procurou a superintendência da Agência e imediatamente os veículos foram retirados do local.

Na manhã de terça-feira (20/11), OSollo constatou que esses veículos eram da frota antiga da Adab, que nunca foi negociada, e estavam todos estragados, tomados pela ferrugem e depenados. Alguns são de modelos populares. Há também pickups que chegam a custar R$ 50 mil. Novos veículos foram comprados e a frota antiga simplesmente foi descartada, aguardando destinação enquanto sofre os efeitos do tempo.

A frota antiga da Adab nunca foi negociada e estava tomada pela ferrugem e depenada

Resposta da Adab para o Jornal OSollo

A assessoria de comunicação da Adab informou, em nota exclusiva para o Jornal OSollo, que possui uma política de acompanhamento junto às Coordenadorias Regionais (COREGs) quanto aos veículos que não servem mais para o uso. E ao receber a denúncia do Jornal OSollo, a Diretoria-Geral solicitou que fosse feita, imediatamente, a remoção dos carros para um local apropriado.

Após denúncia do Jornal OSollo, todos os veículos foram retirados

Ainda segundo a nota da Adab, após essa ação, os carros serão encaminhados para o pátio da Polícia Militar (PM) e passarão por um processo administrativo de alienação, através da Secretaria de Administração (SAEB). Depois desses trâmites, serão leiloados pelo Governo do Estado e com os recursos obtidos serão adquiridos novos veículos para a Agência.

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui