Após casos confirmados, Porto Seguro emite decreto com medidas preventivas para o coronavírus

Após confirmação, na segunda-feira, 16 de março, do primeiro caso de coronavírus em Porto Seguro, a prefeita Cláudia Oliveira já tomou medidas emergenciais para evitar a disseminação do covid-19 no município.

Entre as ações, antecipou as férias escolares do mês de julho. As aulas estarão suspensas a partir desta terça (17) por um prazo máximo de 30 dias. A medida vale para todas as universidades e faculdades, das redes pública e privada, com uma exceção: a instituição que define se considera antecipação de férias, ou, não.

Também ficaram proibidos quaisquer eventos com mais de 100 pessoas.

Outras medidas constam no decreto publicado no Diário Oficial. Dentre elas, a suspensão provisória das férias dos servidores da Saúde, Assistência Social, Guarda Municipal e Defesa Civil, para que eles possam reforçar as ações de combate ao coronavírus.

O decreto trata ainda da organização segura de mesas em bares e restaurantes (2 metros), eventos esportivos acontecerão sem a presença de público e com autorização prévia da Vigilância Sanitária.

Outra medida importante da Prefeitura de Porto Seguro foi considerar abuso econômico a elevação de preços, sem justa causa, com o objetivo de aumentar arbitrariamente os preços dos insumos e serviços relacionados ao enfrentamento do covid-19; tal ação será punida.

Tendo em vista que idosos estão entre o grupo de risco, com elevada taxa de letalidade, o decreto contempla servidores com mais de 65 anos, os quais poderão exercer sua função em domicílio.

O município tem dois casos confirmados da doença, considerada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) uma pandemia.

Trata-se de um turista, que está em isolamento domiciliar em Trancoso, Porto Seguro. Agora, um de seus funcionários, também testou positivo para o covid-19.

Segundo a Secretaria de Saúde, o caso não teve origem no município. O homem pode ter sido infectado em um casamento realizado em um resort em Itacaré, sul da Bahia, em 7 de março.

Após a festa em Itacaré, ele voltou para São Paulo e realizou um exame no Hospital Albert Einstein. Mas na quinta-feira (12), antes que o resultado fosse divulgado, ele embarcou com a família para Trancoso, onde ficou sabendo do resultado positivo.

O turista, a mulher e os funcionários também ficaram em isolamento na mesma casa e foram submetidos a exames. Nesta segunda-feira (16), a Secretaria de Saúde da Bahia confirmou que um dos funcionários atestou positivo para o novo coronavírus.

Confira o decreto na íntegra clicando AQUI.

Abaixo, o pronunciamento da prefeita na íntegra.

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui