Ajude Iconha e Alfredo Chaves, cidades devastadas pelas chuvas no Sul do Espírito Santo

Chuva fez estragos em Iconha/ES. Fotos: G1

Teixeira de Freitas está participando da campanha de arrecadação que visa reunir produtos de limpeza, higiene pessoal, cama, mesa e banho, para as cidades de Iconha e Alfredo Chaves, no Sul do Espírito Santo, onde fortes chuvas têm castigado a população desde o dia 17 de janeiro, deixando mais de 200 pessoas desalojadas.

Se você tiver interesse em ajudar, os pontos de coleta são a Fase Sport, na Marechal Castelo Branco, Centro, e na MacFort, ao lado do Espaço D Cerimonial, bairro Monte Castelo.

As doações devem ser feitas até esta quinta-feira, 23, pois o caminhão com as arrecadações segue viagem na sexta.

Post usado nas redes sociais

Saiba mais sobre os casos:

Iconha

Três dias depois que o nível do rio em Iconha, no Sul do Espírito Santo, subiu cinco metros e a correnteza invadiu e destruiu imóveis, após a forte chuva que atingiu a região na última sexta-feira (17), casas interditadas pela Defesa Civil no centro do município ainda têm risco de desabamento. Três pessoas morreram na cidade.

Um dos prédios condenados pela Defesa Civil do município desabou na noite de sábado (18). Antes disso, o imóvel estava com rachaduras e a família foi orientada a sair. Eles foram para a casa de vizinhos, mas na mesma noite o morador votou para buscar alguma coisa e escutou um estalo na estrutura. Ele estava no penúltimo degrau da escada quando o prédio desabou.

A correnteza arrancou as paredes das casas que ficam às margens do rio Iconha. A Defesa Civil ainda não contabilizou quantos imóveis foram completamente destruídos e nem quantos ainda têm risco de desabamento.

Um outro prédio que também fica na margem do rio está com a estrutura completamente comprometida e as casas do entorno dele também foram desocupadas por causa do risco de desabamento.

Recomendações

Por causa do alerta de atenção do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) de novas chuvas para municípios já atingidos, como Vargem Alta, Alfredo Chaves, Piúma, Anchieta, Marechal Floriano e Rio Novo do Sul, o tenente-coronel do Corpo de Bombeiros Carlos Wagner ressaltou a importância dos moradores perceberem sinais de riscos em imóveis.

De acordo com o tenente-coronel, a Defesa Civil vai atestar se o local onde mora existem condições seguras para continuar nela.

A cidade de Alfredo Chaves ficou submersa

Alfredo Chaves

Cidade que registrou o maior volume de chuva no último fim de semana, Alfredo Chaves, no Sul do Estado, teve 90% da sua área territorial afetada. A informação foi passada pelo coordenador da Defesa Civil Municipal, Audinei Cardoso da Silva. Entre sexta (17) e sábado (18), choveu 249,4 milímetros no município.

 

 

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui