Aeroportos de Vitória da Conquista, Ilhéus e Porto Seguro passarão por reformas

Governador Rui Costa em reunião com o Sr. Nicolas Notebaert CEO do Grupo Vinci Airports. Foto: Mateus Pereira/GOVBA

Além do Aeroporto de Salvador, outros três aeródromos da Bahia devem passar por reformas. O primeiro da fila é o de Vitória da Conquista, cuja licitação será feita ainda neste primeiro semestre de 2018. “Nós temos convidados vários atores econômicos, inclusive formalizamos o convite para a Vinci [Airports, grupo francês do setor aeroportuário] estudar o aeroporto e avaliar sua participação na concorrência pública”, afirmou o governador Rui Costa (PT), na manhã desta quinta-feira (19), durante reunião com representantes da empresa francesa Vinci Airports, para discutir as obras de requalificação do aeroporto de Salvador.

De acordo com o petista, essa concessão tem o objetivo de abrir o mercado da região para o Brasil e para o mundo.

Em reunião com a empresa francesa, o governador discutiu também a licitação do Aeroporto de Ilhéus. A concessão para a iniciativa privada já foi autorizada pelo Ministério dos Transportes. Nesse caso, o vencedor do certame terá ainda que elaborar um estudo e um projeto do novo sítio aeroportuário da região. “Porque aquele aeroporto de Ilhéus está bem localizado do ponto de vista das belezas naturais, mas com fortes limitações pra pouso de decolagem, o que provoca sucessivas interrupções. Isso, para o turismo, é fatal. Alguém que programa sua viagem, suas férias, tenta pousar e não consegue”, explica o governador.Rui acrescenta que a ideia é “permutar aquela área”, cujo valor imobiliário é de R$ 300 milhões, de acordo com avaliação preliminar feita pelo governo.

O Aeroporto de Porto Seguro, apontado pelo governo estadual com um volume de tráfego maior que de algumas capitais do país, também será reformado. O governador convidou a Vinci a apresentar uma proposta para o estabelecimento, que hoje conta com duas salas de embarque e três de desembarque.

A Vinci Airports é a empresa vencedora do leilão realizado em 2017 e assumiu a administração do terminal aeroportuário da capital baiana em 2 de janeiro de 2018.

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui