Ações de combate à Dengue diminuem casos no distrito de Ponto Central

Foto: Tony Ormundo
Grande vilã dos últimos verões no Extremo Sul, a Dengue está sendo fortemente combatida em Cabrália. Desde o início deste ano, o Departamento de Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde trabalha na prevenção à proliferação do Aedes Aegypti, mosquito transmissor do vírus, em diversos bairros da cidade, com destaque ao distrito de Ponto Central, onde é maior o número de casos.

A administração municipal contratou uma agente de endemias, para atuar especificamente na localidade, para realizar trabalho de campo e conscientização. Todos os dias a agente visitará as casas do distrito, informando e orientando as famílias sobre a importância de agir de forma rápida, evitando a formação de focos do mosquito. Ação que já rendeu resultados positivos, diminuindo o número de casos em Ponto Central.

Também fazem parte das ações de combate à Dengue varreduras periódicas em pontos estratégicos da cidade, como borracharias, ferros-velhos, empresas, escolas e unidades de saúde em busca de possíveis focos de proliferação do mosquito.

Para o secretário de Saúde, Dr. Márcio Rocha, essa queda no índice de infestação foi resultado de diversas atividades realizadas em todas as regiões da cidade, incluindo mutirão de limpeza, ações diárias dos agentes de endemias, além de campanhas de conscientização da comunidade.

Se por um lado os dados obtidos pela cidade tem sido animadores, Dr. Márcio Rocha, alerta para atenção e cuidados redobrados. Para isso é necessário eliminar os lugares onde os focos se desenvolvem. Basta tomar alguns cuidados simples.

Como evitar?

Não se deve deixar água parada, mesmo limpa, em qualquer tipo de recipiente que possa acumular água como: garrafas, pneus, pratos de vasos de plantas ou xaxim, bacias etc. Tapar caixas d’água, cisternas, poços, tambores ou qualquer outro tipo de depósitos de água.

Mantenha limpa calhas e lajes da casa, lave os bebedouros de água dos animais com bucha; assim como os pratos das plantas ou xaxim, jogue no lixo tampinhas de garrafas e copos descartáveis. Mantenha o lixo fechado. Acabando com os criadouros de larvas estaremos conseqüentemente evitando o nascimento dos mosquitos e eliminando a dengue.

Fonte: Camila Knack/Ascom da Prefeitura de Santa Cruz Cabrália

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui