A vida é breve, mas preciosa!

“A vida do homem é semelhante à relva; ele floresce como a flor do campo, que se vai quando sopra o vento e nem se sabe mais o lugar que ocupava.” (Salmos 103.15-16)

Somos perenes, temos uma existência espiritual que estende-se para além da existência física. Mas tão importante quanto saber disso é reconhecer o valor da existência física e seu poder de dar sentido à espiritual. Afinal, é por meio do corpo que nosso espírito vive aqui! Temos esperanças eternas devido a nossa fé em Deus e devemos ter expectativas temporais, devido a essa mesma fé. Envelhecer aumenta nossa consciência de finitude e deve aumentar nossa gratidão pela vida. A vida eterna que Jesus nos dá tem sua estação temporal, e estamos nela. Devemos viver cada dia honrado e celebrando a eternidade e a temporalidade. É dia a dia que damos sentido a tudo que nossa vida é e será. Ela pode ser breve, mas pode durar o bastante para ser preciosa, se assim quisermos. É nosso dever aproveitar as oportunidades como escreveu o apóstolo Paulo aos efésios (Ef 5.16) com Deus.

Tornar a vida preciosa é um dever. A vida pode ser breve como uma de uma flor do campo, mas podemos fazer dela uma flor singular e memorável. Para nós, para os outros e aos olhos de Deus. Para experimentarmos melhor a vida breve e preciosa que temos, devemos cuidar melhor de quem somos, em todos os aspectos. Devemos cuidar melhor de nosso corpo. É por meio dele que a vida acontece e a sentimos. Precisamos cuidar melhor de nosso intelecto: Ideias tem consequências! Devemos considerar, questionar e refletir. Devemos aprender e reaprender. Devemos cuidar de nossos relacionamentos, de nossa presença na história das pessoas e da presença delas em nossa história! Devemos cuidar de nossa vida espiritual, de nossa relação com Deus.

Devemos ser responsáveis e amáveis. Falar o que faz bem e para fazer o bem. Mostrar amor, de todos os modos necessários: Palavras, presença, cuidado, agrado… Perseguir o alvo de amar a Deus sobre tudo e ao próximo como a nós mesmos. Perdoar e pedir perdão, persistentemente. Lutar para organizar o nosso tempo pois ele é finito. Esforçar-nos para que tudo que mais importa tenha lugar em nossa agenda. Reconhecer o lugar de Deus em nossa vida é o princípio da sabedoria (Pv 1.7) para tornar a vida preciosa. A vida é breve, mas durará o bastante para ser eterna, se andarmos com Deus.

 

ucs

 

 

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui