A IDENTIDADE DE UM DISCÍPULO

“Com isso todos saberão que vocês são meus discípulos, se vocês se amarem uns aos outros.” (João 13.35)

Nossos celulares evoluem de forma muito rápida. Lembro-me como me encantei com a tecnologia do reconhecimento de face. Por causa dela não é necessário ficar digitando um código, o celular reconhece o dono e destrava automaticamente. Rapidamente essa tecnologia foi incorporada por múltiplos aplicativos, incluindo bancos e aplicativos de pagamento. A confirmação do pagador é feita pelo reconhecimento da face que, então, automaticamente preenche e envia o código certo. Antes a tecnologia usava  a digital como identificador, bastando colocar o dedo sobre o leitor de digitais. Mas com o reconhecimento da face ficou mais pessoal ainda. O que virá a seguir? Ainda há diversas situações em que preciso mostrar um documento. Para embarcar num vôo minha identidade precisa se verificada do jeito antigo. Se eu não tiver um documento valido para provar quem sou, terei problemas.

Mas como confirmamos nossa identidade com seguidores de Cristo? Algumas igrejas emitem carteirinha de membro para seus fieis. Nós, pastores, temos nossa identidade pastoral. Sempre preciso apresenta-la quando desejo visitar pessoas em hospital. Minha palavra não basta. Mas nossa identidade como discípulos de Jesus não segue este protocolo. Jesus disse que seremos reconhecidos como seus discípulos se nos amarmos uns aos outros. Nossa identidade está relacionada à maneira como tratamos uns aos outros. Você faz parte de minha identidade neste sentido! Há uma confusão tão grande hoje com respeito a fé! Já houve tempo em que os crentes são reconhecidos pelo modo com se vestiam, por carregar uma Bíblia, por um estilo de vida meio reservada e distante.

Cada vez mais os esteriótipos servem apenas para gerar “memes” e ilustrar as críticas que nos são dirigidas. Ser discípulo de Cristo não requer que sejamos aprovados pela opinião popular, mas requer que sejamos reconhecidos pelo Mestre. E o que Ele busca em nós é o amor. O amor é a marca identificadora de quem segue a Cristo. Pois tudo se tornou possível entre nós e Jesus porque Deus nos amou! (Jo 3.16) A nós foi dado o mandamento de amar. E nos lábios de Jesus somos chamados a amar não somente como amamos a nós mesmos, mas como Ele nos amou. E estabeleceu esse amor como nossa identidade. A igreja de Cristo é a comunidade dos que se amam como são amados por Ele. É assim que uma igreja deve ser. É assim que cada cristão deve ser. A identidade dos seguidores de Jesus é o amor. Essa é a única face que Ele reconhece! Então, ame. Ame como Jesus ama você. Que sua face seja reconhecida!

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui