9 de maio: Teixeira de Freitas celebra seu 36º aniversário; APES parabeniza

Foto: Wesley Morau

No domingo, 9 de maio, a Princesinha do Extremo Sul, Teixeira de Freitas, estará completando o seu 36º aniversário, mais uma passagem histórica de conquistas, realizações e desenvolvimento.

O povoado que deu origem ao município de Teixeira de Freitas surgiu em consequência do grande volume de madeira de lei existente na região, proporcionando a migração de comerciantes e a construção de casas, também vieram pecuaristas e agricultores de outras regiões se instalar na localidade.

No início, a cidade de Teixeira de Freitas se chamava São José de Itanhém, por ficar próxima à margem esquerda do rio deste mesmo nome. Com a morte do ilustre baiano e estatístico dr. Mário Augusto Teixeira de Freitas, o idealizador do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o governo, a fim de prestar uma homenagem, resolveu solicitar aos prefeitos de cada município que fosse dado o nome de Teixeira de Freitas a um logradouro.

Em 1957, a Inspetoria do IBGE na Bahia solicitou a Prefeitura e Câmara de Alcobaça a homenagem póstuma ao baiano Teixeira de Freitas, dando o seu nome ao Povoado de São José de Itanhém, o que foi aceito pelo Executivo e Legislativo de Alcobaça. E a emancipação do município foi estabelecida pela Lei 4.452 de 9 de maior de 1985.
E neste 36º aniversário da cidade de Teixeira de Freitas, a Associação dos Municípios do Extremo Sul da Bahia (APES) celebra, com grande alegria, essa tradição e sucesso que o município dispõe.

Para APES, Teixeira sempre será a Princesinha do Extremo Sul, cidade de gente bonita, povo aguerrido, que luta por seus objetivos. Teixeira se destaca por meio da força de sua gente, que acredita no Município, e, por isso, investe nele, para que outras gerações possam usufruir de sua grandiosidade e beleza.

Parabéns, teixeirenses!
Parabéns, Teixeira! São os votos da APES.

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui