8º Música em Trancoso acontece de 23 a 30 de março; ingressos à venda

Elba cantando Dominguinhos, Paula e Jaques Morelenbaum em um tributo a Tom Jobim, jazz latino e o grandioso Réquiem de Verdi, ao lado de importantes solistas internacionais, compõem a programação do festival

Teatro L’Occitane, onde ocorrem os concertos do Música em Trancoso. Foto: Marcos Hermes

Música em Trancoso, um dos festivais mais concorridos do Brasil, chega à sua 8ª edição com uma programação rica em gêneros e estilos, reunindo cerca de 300 artistas de diversos países e vertentes musicais. Produzido pelo Mozarteum Brasileiro, o festival se estenderá por oito noites, contemplando música clássica e popular, jazz latino, opereta e zarzuela – gênero lírico dramático espanhol. Os espetáculos são protagonizados por grandes nomes da música nacional e internacional, nos palcos do Teatro L’Occitane.

Atividades socioeducativas gratuitas também fazem parte da programação, com concertos ao ar livre, na Praça do Bosque, e aulas de iniciação musical em escolas públicas da região. Mais uma vez, o Mozarteum reforça com essa iniciativa o seu objetivo de atrair a população local e estimular nos jovens da comunidade o interesse pela música.

Destaca-se, também, a oportunidade para os jovens instrumentistas, que poderão ter a experiência única de participar de masterclasses com músicos consagrados, aperfeiçoando seus conhecimentos com artistas atuantes nas melhores orquestras do mundo; tendo a chance de serem indicados para receber bolsas de estudos no exterior.

Com programação que atende às preferências de todos os públicos, as duas primeiras noites serão dedicadas à música clássica, com apresentações da Orquestra Sinfônica Jovem de Goiás, que participará do festival pelo segundo ano. Na abertura do Música em Trancoso (23/3), o conjunto será regido pelo maestro alemão Leonard Elschenbroich, que interpretará peças de Rossini, Bottesini, Sarasate e Tchaicovsky. O violinista alemão Lorenz Nasturica-Herschcowici e o contrabaixista russo Evgeny Ryzhkov participam como solistas na primeira metade do concerto.

No segundo dia (24/3), regidos pelo espanhol Pascual Osa, a orquestra de Góias executará músicas de zarzuela e opereta, que proporcionarão ao público a emoção do lirismo dramático espanhol e também da versão mais leve do gênero operístico. Destaque para a participação da soprano brasileira Angelica de la Riva, que vem conquistando a crítica e o público no mundo inteiro, e de outros cantores igualmente  prestigiados, como a espanhola Mónica Ferracani (soprano), a russa Svetlana Shilova (mezzo-soprano) e os italianos Vincenzo Costanzo (tenor) e Duccio Dal Monte (baixo).

O dia 25/3 será dedicado ao Jazz Latino, com Edmar Castañeda Trio. A característica marcante desse grupo é saber explorar os improvisos e experiências diferenciadas que o jazz permite. Para isso, entra em cena o colombiano Edmar Castañeda, que descobriu na harpa um valioso e autêntico instrumento para compor suas apresentações. O trio se completa com o saxofonista israelense Shlomi Cohen e com o baterista alemão Rodrigo Villalon. A noite terá ainda a participação especial da cantora colombiana Andrea Tierra.

Elba Ramalho será a protagonista da quarta noite do festival (26/3), em um concerto dedicado a Dominguinhos, com performance de músicas que fazem parte da história do músico pernambucano. Para acompanhá-la, Marcos Arcanjo, guitarra e violão; Rafael Meninão, sanfona; Tostão Queiroga, bateria; Anjo Caldas, percussão; Fofão, baixo; e a cantora baiana Mariene de Castro, em participação especial.

A música brasileira também ganha destaque na quinta noite (27/3), com um tributo a Tom Jobim, comandado pelo casal Paula e Jaques Morelenbaum, acompanhados de Adriano Souza, piano; Gabriel Improta, violão, e Paulo Braga, bateria. Na homenagem a um dos principais compositores e cantores brasileiros, serão apresentados sucessos como Samba de uma nota sóÁguas de marçoDesafinadoCorcovado e Água de Beber.

Uma das noites mais tradicionais do festival é a de Música de Câmara (28/3), que reúne alunos de destaque nas masterclasses como solistas ao lado de seus mestres. Dessa vez, a direção será do renomado violinista Lorenz Nasturica e colaboração de solistas internacionais, como os russos Yuri Afonkin (viola) e Evgeny Ryzhkov (contrabaixo), o espanhol Lucas Navarro (oboé) e o holandês Herman von Kogelenberg (flauta). Os alunos, que têm aulas de aprofundamento técnico e musical antes do concerto, costumam reservar grandes surpresas e entusiasmar o público com suas performances.

Nos últimos dois dias, a Orquestra Acadêmica Mozarteum Brasileiro – OAMB, que vem se apresentando ao lado de artistas de prestígio internacional, faz sua terceira participação no festival, e trazendo novos bolsistas. Mais de 100 talentosos jovens músicos se juntarão aos 80 integrantes do Coro Mozarteum Brasileiro. No total, cerca de 200 artistas estarão juntos no palco do Teatro L’Occitane, incluindo solistas convidados, tornando-se a maior formação da história do festival. Na penúltima noite (29/3), regidos pelo alemão Raoul Grüneis, os músicos e cantores executarão a bela e complexa peça Réquiem, de Giuseppe Verdi, acompanhados da argentina Mónica Ferracani (soprano), da russa Svetlana Shilova (mezzo-soprano), e dos italianos Vincenzo Costanzo (tenor) e Duccio Dal Monte (baixo).

E, no encerramento do festival, dia 30/3, na noite intitulada Música Sinfônica + Terra Brasilis, a OAMB e o Coro Mozarteum Brasileiro, regidos por Carlos Moreno, maestro titular da orquestra, apresentarão peças de Heitor Villa-Lobos, Antônio Carlos Gomes e composições estrangeiras que remetem ao Brasil. O palco se completará com os solistas Lorenz Nasturica, Yuri Afonkin, Lucas Navarro e Herman von Kogelenberg.

Os ingressos estão à venda pelo site https://musicaemtrancoso.byinti.com/#/ticket/ e têm preço fixo de R$200,00 (inteira), R$100,00 (meia). Os convites para a comunidade local, no valor de R$20,00, começam a ser vendidos em fevereiro.

Atividades Gratuitas

A exemplo dos anos anteriores, o festival oferece uma extensa programação gratuita, com o propósito de envolver a comunidade e permitir que as crianças, principalmente, tenham contato com a música clássica. No período do Música em Trancoso, a música contagia a cidade, incentivando os mais jovens a se interessarem por instrumentos de uma orquestra. Dois concertos na Praça do Bosque, nos dias 26 e 28 de março, às 12h30, estão entre as atividades voltadas especialmente aos moradores locais.

Além disso, músicos da Orquestra Acadêmica Mozarteum Brasileiro promovem aulas de iniciação musical em escolas públicas de Trancoso e Arraial d’Ajuda. Por meio dessa iniciativa, as crianças entendem a sonoridade de cada instrumento e sua importância quando atuam em conjunto. De forma interativa e cativante, os músicos tocam trechos de peças clássicas conhecidas e música popular.

Os músicos que já tocam um instrumento e querem se aperfeiçoar têm uma oportunidade especial: participar gratuitamente das masterclasses no Teatro L’Occitane, de 25 a 29 de março. Os solistas convidados para se apresentarem no festival doam parte do seu tempo para ensinar novas técnicas a esses jovens.

MÚSICA EM TRANCOSO 2019

Informações: http://mozarteum.org.br/  – Telefone: 11 3815.6377
Data: 23 a 30 de março de 2019
Ingressos: https://musicaemtrancoso.byinti.com
Valores dos Ingressos:
Inteira: R$ 200,00
Meia: R$100,00
Comunidade: R$ 20,00 (em fevereiro)

Patrocínios
Lei de Incentivo à Cultura
Mantenedor: Groupe L’Occitane
Patrocinadores Ouro: BNP Paribas, Chenue do Brasil, e Engie Foundation
Patrocinador Prata: Garde
Colaboradores: Bonsucex Holding e Mondelli
Apoio: Estadão, Teatro L’Occitane e Terravista Brasil
Realização: Mozarteum Brasileiro, Ministério da Cultura, Governo Federal

PROGRAMAÇÃO

8º Música em Trancoso – Teatro L’Occitane

End.: Estrada Municipal de Trancoso, km 19, s/n – Trancoso

  • 23 de março –18h30 – MÚSICA SINFÔNICA
    Orquestra Sinfônica Jovem de Goiás
    Leonard Elschenbroich, regência
    Lorenz Nasturica-Herschcowici, violino
    Evgeny Ryzhkov, contrabaixo

 

  • 24 de março – 18h30 – ZARZUELA + OPERETA
    Orquestra Sinfônica Jovem de Goiás
    Pascual Osa, regência
    Angelica de la Riva, soprano
    Mónica Ferracani, soprano
    Svetlana Shilova, mezzo-sopran
    Vincenzo Costanzo, tenor
    Duccio Dal Monte, baixo

 

  • 25 de março – 18h30 – JAZZ LATINO
    Edmar Castañeda Trio
    Edmar Castañeda, harpa
    Shlomi Cohen, saxofone
    Rodrigo Villalon, bateria
    Andrea Tierra – vocal (convidada especial)

 

  • 26 de março – 18h30 – ELBA CANTA DOMINGUINHOS
    Elba Ramalho, vocal
    Participação especial de Mariene de Castro (vocal)
    Marcos Arcanjo, guitarra e violão
    Rafael Meninão, sanfona
    Tostão Queiroga, bateria
    Anjo Caldas, percussão
    Fofão, baixo

 

  • 27 de março – 18h30 – TRIBUTO A TOM JOBIM
    Paula Morelenbaum, vocal
    Jaques Morelenbaum, cello
    Adriano Souza, piano
    Gabriel Improta, violão
    Paulo Braga, bateria

 

  • 28 de março – 18h30 – MÚSICA DE CÂMARA
    Lorenz Nasturica-Herschcowici, direção e violino
    Yuri Afonkin, viola
    Evgeny Ryzhkov, contrabaixo
    Lucas Navarro, oboé
    Herman van Kogelenberg, flauta
    Alunos

 

  • 29 de março – 18h30 – RÉQUIEM – G. VERDI
    Orquestra Acadêmica Mozarteum Brasileiro
    Coro Mozarteum Brasileiro
    Raoul Grüneis, regência
    Mónica Ferracani, soprano
    Vincenzo Costanzo, tenor
    Svetlana Shilova, mezzo-soprano
    Duccio Dal Monte, baixo

 

  • 30 de março – 18h30 – MÚSICA SINFÔNICA + TERRA BRASILIS
    Orquestra Acadêmica Mozarteum Brasileiro
    Coro Mozarteum Brasileiro
    Carlos Moreno, regência
    Angelica de la Riva, soprano
    Lorenz Nasturica-Herschcowici, violino
    Yuri Afonkin, viola
    Lucas Navarro, oboé
    Herman van Kogelenberg, flauta

*Programação sujeita à alteração

PROGRAMAÇÃO GRATUITA

  • 25 de março – Iniciação Musical nas escolas
    9h00 às 10h30
    Local: Escola Higina Cristo e Eduardo Brigadeiro Gomes

 

  • 25 a 29 de março – Masterclasses
    Local: Salas do Facilities do Teatro L’Occitane

 

  • 26 de março
    12h30 às 13h30
    Local: Bosque do Quadrado
    a definir

 

  • 28 de março – Música e Cinema
    12h30 às 13h30
    Local: Bosque do Quadrado

*Programação sujeita à alteração

Música em Trancoso

O Música em Trancoso surgiu em 2012 como fruto do sonho de quatro amigos. Sabine Lovatelli, Reinold Geiger, Carlos Eduardo Régis Bittencourt e François Valentiny desejavam realizar um evento que reunisse jovens músicos e profissionais consagrados e, ao mesmo tempo, colaborasse para promover as belezas naturais da região e estimulasse seu desenvolvimento econômico.

Com direção artística do Mozarteum Brasileiro, as edições anteriores já contabilizaram 56 espetáculos, 1520 artistas, em sua maioria brasileiros, e mais de 58 mil espectadores. Anualmente, o festival também oferece masterclasses gratuitas para estudantes brasileiros, ministradas por músicos de renome internacional e ainda realiza aulas de iniciação musical nas escolas públicas da região de Porto Seguro.

Com duas plateias (coberta e ao ar livre) com mais de 1.000 lugares cada, o Teatro L’Occitane também é usado para diversas atividades culturais e socioeducativas, transformando-se num centro permanente de produção e disseminação cultural. Seu anexo, o Facilities, dispõe de salas de ensaio e aulas, bar, salas de reunião e toaletes.

Mozarteum Brasileiro

Fundado por Sabine Lovatelli e Claude Sanguszko, é uma das mais conceituadas associações culturais do país e tem como objetivo valorizar e difundir a cultura musical. Por meio da organização e promoção de espetáculos de música erudita e da manutenção de uma série de atividades educativas em São Paulo e Trancoso, sul da Bahia, fomenta a inclusão social e estende o acesso ao melhor da música para o maior número de pessoas. Desde 1981, início de suas atividades, vem atuando para cumprir dois grandes objetivos: trazer a excelência musical internacional para o público brasileiro e, ao mesmo tempo, incentivar o desenvolvimento pessoal e social por meio de várias iniciativas de cunho cultural e educativo. Traz ao Brasil algumas das maiores orquestras do mundo e abre espaço em sua programação para a apresentação de orquestras jovens e novos talentos brasileiros. Em sua trajetória, realizou mais de 1.500 concertos, que foram vistos por mais de dois milhões de espectadores, em salas de concertos e locais públicos. Mais de oito mil alunos passaram pelas masterclasses e 340 jovens talentos foram encaminhados às melhores instituições musicais nacionais e europeias, por meio de bolsas de estudos concedidas pela instituição.

1 COMENTÁRIO

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui