4º MotoTour Fest movimentou Prado e região

(Foto: Sulbahianews)
Milhares de motociclistas de todas as partes do país visitaram o município de Prado neste final de semana, o motivo foi a realização de mais uma edição do MotoTour Fest.

Em sua quarta edição, o evento foi realizado entre os dias 9 e 13 de fevereiro. Além dos motociclistas – que fazem do litoral pradense um ponto de encontro pra lá de descontraído –, turistas, curiosos e amantes do motociclismo também participaram, movimentando o município com motos, a sumir de vista, tornando o encontro um verdadeiro espetáculo.

Quem garante todo esse brilho, são os integrantes dos moto clubes, como o casal, Maria Rildera e Márcio Macedo, do moto clube Vira Latas, de Mariana-MG. Esta é a primeira vez que o casal participa do evento, mas garantem que se sentiram em casa, “em casa entre aspas”, brincou Maria se referindo ao conforto e belezas naturais do município, “o povo aqui é muito acolhedor, e o carinho com que somos tratados nos faz retornar inúmeras vezes, muitas delas com novos amigos”, acrescentou.

Nessa época do ano a Praça de Eventos, também vira uma grande feira de negócios, é que, juntamente com os motociclistas e suas preciosidades (as motos), estão os “vendedores de apetrechos”. Os vendedores de assessórios para motos e seus pilotos, montam seus pontos de vendas nos arredores do ponto de encontro e também abrilhantam o evento – Esdras Silva, dono de uma loja do seguimento, rodou quase dois mil quilômetros para chegar em Prado, mas disse que valeu a pena, “saí de Recife para participar do evento, que superou minhas expectativas”, afirmou.

E quem pensa que moto clube é coisa de outros lugares, os Navegadores, moto clube criado em Porto Seguro, desmente a questão com sua tradição de quase 10 anos, 45 motociclistas fazem parte deste grupo, e são responsáveis pelo encontro Nacional de Motos em Porto Seguro. Joefran Lodi, presidente dos Navegadores, conta que essa é a terceira vez que o moto clube participa do evento e parabenizou os organizadores, Everson Lamar e Dirlene Braga.

Dirlene explica que o Moto Tour é, na verdade, um dos maiores sites de motociclistas do país e responsável pela organização do MotoTour Fest, realizado em parceria com a Associação Pradense de Restaurantes, Hotéis, Operadoras, Pousadas e Estabelecimentos Comerciais (APRHOPE). “O objetivo é gerar renda para a cidade em uma época sem muitas atrações turísticas, o MotoTour Fest, proporciona o ‘mototurismo’, quase todos motociclistas vêm à Prado acompanhado de sua família, girando ainda mais a economia do município”, acrescentou.

Desempenhando um papel social
MotoTour Fest Prado Cultural foi criado com intuito de arrecadar livros que foram destinados à Casa de Cultura Miguel Falabella, que presta serviço à comunidade pradense. Segundo Dirlene, foram arrecadados mais de 300 livros. Para o presidente da Casa de Cultura, José Agostinho Neto, quem ganha é o município, “temos um acervo de quase 6 mil títulos, é importante ressaltar que a Casa da Cultura é a única biblioteca aberta à comunidade da cidade”, observou José Agostinho.

Já o MotoTour Fest Prado Solidário trata-se da venda de botons, os participantes poderam comprar o boton ou trocá-lo por um vale alimento, as arrecadações foram destinadas à creche da cidade.

Agitando a noite
O MotoTour Fest também é musicalidade, durante todo evento, várias bandas se apresentaram no palco da Praça de Eventos, com destaque para J. Peron, versão cover de Raul Seixas.

J. Peron, que ficou entre os finalistas do quadro imitadores do programa do Faustão, da rede Globo, comandou pela quarta vez consecutiva o show “Viva Raul”, e quem não viveu na época do astro, pôde imaginar como era o seu show. “Agora posso dizer que fui ao show de Raul Seixas”, brincou o motociclista Diego Silva.

Fonte: Uinderlei Guimarães / Sulbahianews

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui