2ª Fase da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas

Provas serão aplicadas em mais de 8.000 mil Centros de Aplicação. Participarão da 2ª fase 860 mil alunos selecionados dentre os 19.650 milhões que participaram da 1ª Fase. Trabalho voluntário de milhares de professores em todo o país possibilitou a correção mais de 19 milhões de provas da 1ª fase em apenas 13 dias. Lista dos premiados será divulgada em 26 de novembro. São premiados alunos dos três níveis de participação, professores, escolas e secretarias municipais e estaduais de educação. Em 2010, mais de 19 milhões de alunos se inscreveram na competição e cerca de 99% dos municípios brasileiros estiveram representados. Os sucessivos recordes de participação fazem da OBMEP a maior Olimpíada de Matemática do mundo.

No dia 11 de setembro, sábado, às 14h30, horário de Brasília, serão realizadas as provas da 2ª Fase da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas 2010, em mais de 8.000 mil Centros de Aplicação distribuídos em mais de 5.300 municípios brasileiros. Os alunos são divididos em três níveis de participação, quais sejam: nível 1: estudantes de 5ª e 6ª séries (6º e 7º anos) do Ensino Fundamental; nível 2: estudantes de 7ª e 8ª séries (8º e 9º anos) do Ensino Fundamental; e nível 3: estudantes do Ensino Médio.

Participarão da 2ª fase 860 mil alunos selecionados (5% com melhor classificação) dentre os 19.650 milhões – cerca de 10% da população brasileira – que participaram da 1ª Fase, cujas provas aconteceram no dia 8 de junho, envolvendo em torno de 44 mil escolas de todo o país. A divulgação dos resultados da 1a Fase, dentro do calendário previsto, só foi possível graças ao trabalho voluntário de milhares de professores das escolas participantes, que corrigiram mais de 19 milhões de provas em apenas 14 dias.

Da 2ª Fase sairão os alunos, professores, escolas e secretarias de educação premiadas, que serão conhecidos no dia 26 de novembro de 2010. O objetivo principal da OBMEP é estimular o estudo da Matemática por meio da resolução de problemas motivantes, que despertem o interesse e a curiosidade de professores e estudantes.

2ª fase

As provas serão aplicadas em centros de aplicação indicados pela Coordenação da OBMEP, sendo que os locais das provas também são divulgados no site da OBMEP (www.obmep.org.br). Nesta fase, a prova tem duração de três horas para os três níveis. Serão seis questões dissertativas, e os alunos devem explicar e exibir os cálculos, bem como o raciocínio empregado.

As provas serão corrigidas, em suas regiões de origem, por comitês escolhidos pelas coordenações regionais da OBMEP. Estes comitês são compostos por professores de matemática, em sua maioria universitários e muitos com experiência na correção de provas de Olimpíadas. Após ser traçada uma nota de corte, parte das provas é recorrigida em uma correção nacional, unificada, de onde são estabelecidos os premiados.

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui