2ª Conferência Municipal de Saúde sintetizou propostas de ação

Como resultado da vigorosa participação popular nos dias 16 e 17, dezenas de propostas foram divididas em cinco temas mais amplos

Américo Griffo Jr., secretário municipal de Saúde; Maria de Fátima Silva Carneiro, presidente da comissão organizadora da Conferência; vereadora Tina Guerreira, prefeito Paulinho de Tixa e vice Fábio Loures, durante abertura da 2ª Conferência Municipal de Saúde, sexta-feira, dia 16/07; 2. Público presente.
Prova indiscutível de que a forte participação popular caracterizou a tônica da 2ª Conferência Municipal de Saúde de Mucuri, realizada sexta e sábado (dias 16 e 17 de julho) no plenário da Câmara, foi a síntese das propostas apresentadas pelos vários segmentos da sociedade de Mucuri e de todos os distritos e povoados.

Para melhor organização dos trabalhos, as propostas foram elencadas em cinco grandes temas: 1. Assistência Farmacêutica; 2. Desprecarização do grupo de trabalhadores de saúde; 3. Humanização do Atendimento; 4. Vigilância em Saúde; e 5. Fortalecimento da Atenção Básica com ênfase em Saúde Bucal.

Na avaliação do secretário de Saúde, Américo Griffo Jr., “todas as propostas relacionadas irão servir de bússola para as ações do governo municipal. O prefeito Paulinho de Tixa ficou bastante entusiasmado com o resultado da Conferência e, principalmente, com o engajamento da população, que entendeu a mentalidade que queremos implantar, a partir de uma Saúde construída por todos, de forma democrática e participativa. Enfim, a 2ª Conferência foi um sucesso”, festejou o secretário.

No total, foram 49 propostas.

Confira a sítese das propostas

TEMA 1: Assistência Farmacêutica

1. Capacitação de profissionais que atuam nas farmácias;

2. Comunicação entre as Unidades de Saúde da Família sobre medicações;

3. Estimular os profissionais prescritores a aderirem à REMUME (Relação Municipal de Medicamentos Essenciais);

4. Viabilizar a implantação da Farmácia Central, garantindo plantão aos finais de semana e feriados;

5. Estocar a Clínica Medica e o Pronto Socorro do Hospital São José com medicamentos da REMUME;

6. Carro exclusivo para transportar medicamentos a USF’s;

7. Melhorar a estrutura das farmácias das USF, de acordo as Leis sanitárias vigentes;

8. Priorizar a licitação dos medicamentos, materiais hospitalares e odontológicos.

TEMA 2: Desprecarização do grupo de trabalhadores de saúde

1. Avaliação do comportamento do funcionário nos casos de negligência e criação de mecanismos de correção do comportamento, seguindo normas do Estatuto do Servidor;

2. Presença maior do Conselho Municipal de Saúde nos distritos do Município;

3. Criação de Conselhos Locais de Saúde com apoio o Conselho Municipal de Saúde;

4. Aprovação do Plano de Carreira para trabalhadores de saúde;

5. Capacitação dos profissionais de Saúde;

6. Não interferência de política partidária na secretaria de Saúde;

7. Evitar a rotatividade dos profissionais visando dar continuidade ao trabalho junto a comunidade.

TEMA 3: Humanização no atendimento

1. Estrutura física adequada de acordo a legislação vigente, com sede própria das Unidades de Saúde da Familia;

2. Equipamentos e materiais necessários como telefone, internet, televisão;

3. Qualificação dos recepcionistas para melhor acolhimento;

4. Aumento do número de carros e motoristas a disposição das USF’s;

5. Implantação de central de marcação de exames interligado a central de regulação nas USF’s;

6. Fazer cumprir o horário de atendimento médico por 8 horas nas USF;

7. Garantir profissionais qualificados e competentes, independentemente de questões políticas partidárias;

8. Melhorar a inter-relação entre clinica e PSF’s;

9. Acrescentar a equipe de enfermagem: três técnicos ou auxiliar para atendimento ágil e humanizado,

10. Aumentar a equipe de enfermagem para suporte da clínica de urgência e emergência;

11. Firmar convênio com clínicas para tratamento de dependência química;

12. Promover campanhas e encontros para conscientização contra a discriminação da doença mental e física;

13. Manter leito reservado para urgências em saúde mental no hospital ou na clinica;

14. Ajustar os horários de registro do ponto digital para ACS e ACE para 8 e 18 horas;

15. Desenvolver projeto de Saúde nas Escolas;

16. Garantir obstetra e ginecologista pelo menos 3 vezes por semana nas clinicas;

17. Criação do Conselho de Entorpecentes no Município;

18. Concretizar a criação do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF).

TEMA 4: Vigilância em Saúde

1. Mobilizar a comunidade no controle e combate a dengue;

2. Cobrir todas as áreas descobertas com Agentes de Endemias;

3. Desenvolver ações em conjunto dos órgãos competentes no combate aos fatores determinantes e condicionantes da dengue;

4. Garantir o atendimento e o manejo clínico nos casos de dengue nas USF;

5. Garantir a abertura de Sala de Vacina em todas as unidades de saúde da família;

6. Garantir a exclusividade do profissional na sala de vacina;

7. Identificar e captar as gestantes com maior dificuldade de acesso e problemas socioeconômicos, oferecendo-lhes um pré natal de qualidade;

8. Oferecer a assistência em tempo hábil e humanizada a parturiente, garantindo o crescimento e desenvolvimento a criança.

TEMA 5: Fortalecimento da Atenção Básica com ênfase em Saúde Bucal

1. Estabelecer parcerias entre Colônia de Pescadores, associações e Secretaria de Saúde;

2. Implantação de USF para atender os bairros Califórnia e Beira Rio;

3. Referenciar o atendimento aos Assentamentos e Zona Rural;

4. Construção de USF para atender os Assentamentos, conforme padronização do Ministério da Saúde;

5. Disponibilizar carro para visita domiciliar e transporte de pacientes dos distritos;

6. Instalar linha telefônica em todas as unidades de saúde;

7. Construir consultórios odontológicos e reestruturar os existentes;

8. Capacitar profissionais na área de manutenção dos equipamentos da área de saúde.

 

Fonte: Ascom da Prefeitura de Itagimirim

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui