Início Curiosidades

10 dicas para economizar o consumo de energia do ar-condicionado

10 dicas para economizar o consumo de energia do ar-condicionado. Foto reprodução

Ar-condicionado é conhecido com o vilão das contas de luz. Mas você sabia que ele não precisa ser? Tudo depende de como você usa o aparelho, porque dá pra se refrescar e manter a sua casa numa temperatura bem agradável o dia inteiro, sem que isso te arranque todos os trocos do bolso no final do mês.

Então se ligue nestas 10 dicas para diminuir o consumo de energia do seu aparelho. Elas ajudam a aproveitar os benefícios do seu equipamento de ar condicionado sem sustos na hora de pagar as contas. Confira as dicas de economia de energia abaixo:

1 – Escolha modelos com Selo Procel de Economia de Energia

O Selo Procel é uma certificação do Inmetro e atesta a eficiência energética de cada produto. As classificações vão de A (excelente) até E (ruim) e elas sinalizam a relação do consumo de energia com os resultados que o aparelho entrega, ou seja, quanto menos um ar-condicionado gasta e quanto menos tempo ele leva para conseguir climatizar um ambiente adequado a sua potência, mais eficiente ele vai ser. Entenda mais e confira as tabelas atualizadas do Selo Procel que nós temos sobre o assunto.

2 – Considere os modelos Inverter e utilize a função Timer

Conforme vão ficando mais modernos, os condicionadores de ar vão adquirindo mais autonomia para funcionar apenas quando são necessários. Nenhum usuário quer ficar em cima de um aparelho o dia todo programando ele para se adequar a isso e aquilo. Então o melhor é procurar por equipamentos com tecnologias direcionadas a isso, como os modelos Inverter ou então utilizando a função Timer.

A tecnologia Inverter funciona como um dosador que impede o motor de se esforçar a mais do que é preciso, evitando a grande oscilação de energia para o aparelho climatizar o ambiente de forma eficiente. Já o Timer é uma programação bem comum em vários tipos de ar-condicionado, e ele serve para você programar quando o aparelho deve trabalhar com mais força, menos força e quando ele deve desligar também.

Leia ainda:

3 – Instale a unidade externa (condensadora) em local com boa circulação de ar

Caso você não saiba, parte do processo do ar-condicionado funciona retirando o ar quente de dentro e jogando para fora. Se o ar quente fica preso em volta da condensadora, ela não consegue jogar mais ar quente para fora, e isso força mais o motor. O resultado é que o aparelho consome bem mais energia, demora mais para climatizar e pode, inclusive, não conseguir atingir as temperaturas configuradas.

4 – O modelo Janela também não pode ser obstruído

Evite obstruir as laterais e o fundo do seu aparelho de ar-condicionado de janela pelos mesmos motivos que não é bom abafar a condensadora. Isso dificulta a troca térmica do gás com o ar, aumentando a pressão interna no sistema e consequentemente reduzindo a eficiência do aparelho.

5 – Proteja a parte externa da incidência do Sol

É preciso proteger as partes externas do aparelho do sol, mas sem bloquear as grades de ventilação. Um telhadinho vai bem para impedir que o equipamento aqueça demais e apresente mau funcionamento. Caixas de proteção também podem resolver o problema.

6 – Evite o frio excessivo regulando o termostato adequadamente

Manter o ambiente em temperaturas próximas a 23ºC, que parecem adequadas à maioria das pessoas, também é uma boa dica. Além de ser a faixa de temperatura indicada para o bem-estar pela Anvisa, isso impede que o aparelho force o motor para chegar até temperaturas extremas e que faça mais força para se manter lá. Além disso, configurações extremas de temperatura fazem com que o aparelho fique ligando e desligando mais vezes, e isso gera picos de consumo, que acabam sendo a parte mais cara da conta de luz.

7 – Mantenha portas e janelas bem fechadas

Tome cuidado para que o o ambiente com ar-condicionado esteja com as entradas e saídas de ar bem fechadas, isso serve para evitar que o ar climatizado do ambiente interno escape e entre o ar não climatizado do ambiente externo. Abaixo você confere algumas dicas para gastar ainda menos com o seu aparelho:

8 – Evite o calor do sol no ambiente

Feche as cortinas e persianas, quanto mais luz solar entrando no seu ambiente climatizado, mais trabalho para o coitado do ar-condicionado. O motor do equipamento sofre para compensar a incidência de sol, especialmente se a luz entra direto pelo vidro. Esse esforço a mais cobra o seu preço, e ele é descontado do seu bolso.

9 – Mantenha os filtros limpos

Filtros sujos impedem a circulação livre do ar e forçam o aparelho a trabalhar mais. O ideal é fazer a limpeza mensalmente durante o verão, e a cada dois meses no inverno – mesmo que o equipamento não esteja em uso.

10 – Desligue o ar-condicionado se você vai sair por muito tempo

Habitue-se a desligar o condicionador de ar sempre que você se ausentar do ambiente por tempo prolongado. Porém, tome cuidado, se for sair por apenas alguns minutos, ou até meia hora, melhor deixar ligado, pois o liga e desliga do aparelho também é bastante prejudicial ao consumo de energia.

Dica extra: Se o objetivo é usar o ar-condicionado por longos períodos, sugerimos os aparelhos que contenham a tecnologia Inverter, conforme explicamos acima, pois esse sistema oferece maior eficiência, ajustando o trabalho do compressor conforme a necessidade.

Fazendo um uso correto do seu aparelho de ar-condicionado, além de você economizar, também estará aumentando a vida útil dele e garantindo conforto e bem-estar para as pessoas que frequentam o local.

No ambiente de trabalho

Lembramos que todas as dicas descritas acima podem ser realizadas no ambiente de trabalho, sempre levando em consideração o conforto térmico coletivo e a aprovação dos colegas. Converse com sua equipe e sugira essas dicas para economia. No entanto, como medida de segurança, é necessário verificar qual é o tipo de equipamento instalado em seu local de trabalho.

Fonte: Webarcondicionado

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui