Você sabia que piloto de avião não pode ter barba?

Existem alguns segredos sobre viajar de avião que não são revelados durante uma simples viagem de avião. Algumas regras e recomendações são seguidas pelos comissários em todos os voos, mas nem todas as pessoas conhecem os motivos.

Ou você sabe o porquê da luz ser reduzida propositalmente durante o pouso e a decolagem? Confira algumas curiosidades que não são reveladas por comissários, pilotos e especialistas!

Alimentação especial para a tripulação

1006_29_fl140305110.jpg
Foto: Jeffrey Greenberg/UIG via Getty Images

Todo cuido é pouco! O comandante, é a autoridade máxima em um voo, ele não pode comer a mesma refeição que o copiloto. Isso acontece porque, caso um deles passe mal por conta da comida, o outro terá totais condições de assumir o controle do avião. Não se pode correr o risco de os dois passarem mal ao mesmo tempo. Já imaginou a situação? Por isso, também é proibido dividir os pratos.

Sem barbas

Sem barbas
Foto: Seth Wenig-Pool/Getty Images

Além de usar roupas adequadas, os pilotos precisam cuidar da aparência física. Algumas companhias aéreas proíbem que eles usem barbas. O motivo? Isso ocorre porque a máscara de oxigênio pode não encaixar perfeitamente no rosto se o comandante estiver com barba sem fazer. Pelo mesmo motivo, o cabelo também precisa estar bem cortado. Melhor evitar qualquer problema! Estar com uma boa aparência também é visto como fundamental para a imagem da companhia aérea.

O que fazem com os dejetos?

O que fazem com os dejetos?
Foto: Kevork Djansezian/Getty Images

Você sabe para onde vão os dejetos humanos dos banheiros dos aviões? A gente te responde! As aeronaves têm um sistema especial a vácuo nos banheiros. Com a diferença de pressão entre o ambiente do banheiro e a tubulação, a urina e as fezes dos passageiros são sugadas para os canos. Os dejetos ficam em um reservatório no fundo do avião, armazenados até a aeronave pousar. Depois disso, os reservatórios, que chegam a ter capacidade para até 250 litros, são esvaziados com uma mangueira e os dejetos direcionados a um caminhão para descarte na rede de esgoto.

O cafezinho pode ser nojento

ga610121_042.jpg
Foto: Etienne DE MALGLAIVE/Gamma-Rapho via Getty Images

A água utilizada para fazer café nas aeronaves deve ser evitada, principalmente em aviões mais antigos. Os tanques onde a água é armazenada nos aviões mais antigas quase nunca são lavados. Além disso, a água utilizada nos vasos sanitários e a “potável” podem até não ser a mesma, mas ficam reservadas em locais próximos. Para evitar problemas, aceite somente bebidas engarrafadas e lacradas.

Tempestades são normais

Tempestades são normais
Foto: Kitwood/Getty Images

Tempestades fazem parte da rotina de qualquer piloto profissional. Ser atingido por raios é muito comum e em quase 100% das vezes não afeta a aeronave. Os aviões já são construídos para suportar isso e os pilotos estão preparados para qualquer emergência. Então fique tranquilo! Pode parecer assustador saber disso, mas a aeronave não vai cair.

Que lugar escolher?

Que lugar escolher?
Foto: Jeff Overs/BBC News & Current Affairs via Getty Images

Sentar perto das asas é a melhor opção para quem tem problemas de enjoo. O fundo é onde mais balança. Porém, é indiferente em caso de queda. Isso porque dependendo de como a aeronave cair, tanto os passageiros da frente quando os da cauda podem ser os primeiros a serem impactados. Já o centro da aeronave pode ser o primeiro lugar a se partir ou explodir.

Só simpatia

TS07DF98
Foto: Mikhail Pochuyev\TASS via Getty Images

Você já percebeu que a equipe sempre recebe os passageiros na porta do avião com um sorriso no rosto? Isso tem um motivo! É porque os comissários de bordo têm a função de tranquilizar todos os usuários, as companhias não querem passageiros histéricos. Por isso, é importante que eles consigam manter o bom humor e tratar a todos muito bem. Mesmo que aconteça algum imprevisto durante o voo, eles precisam passar tranquilidade aos passageiros.

Paquerar as aeromoças é assédio

Paquerar as aeromoças é assédio
Foto: Clive Brunskill/Getty Images

Todos os membros da tripulação devem ser respeitados. Tratar de forma educada os comissários é dever dos passageiros. Paquerar alguma das aeromoças? Nem pensar! Em alguns casos é até aconselhável fazer um pouso de emergência para retirar do avião a pessoa que está causando o mal estar. Já imaginou o constrangimento? Além disso, ela ainda tem o direito de processar o “engraçadinho”.

Cuidados quando os pilotos vão ao banheiro

20150926-_RMN0333
Foto: Roberto Machado Noa/LightRocket via Getty Images

Quando um dos pilotos vai ao banheiro, um comissário de bordo entra na cabine e aguarda seu retorno. Isso é uma medida de segurança. Outra curiosidade: todos os lavatórios podem ser destrancados por fora. Assim, se alguém morrer ou se machucar lá dentro, um comissário poderá abrir a porta sem dificuldades. Geralmente há um mecanismo de segurança, atrás do sinal de “proibido fumar”, na porta, que permite destrancar o banheiro pelo lado de fora.

A luz é intencionalmente desligada

87661final.jpg
Foto: Smith Collection/Gado/Getty Images

As luzes da cabine de passageiros são reduzidas propositalmente durante o pouso e a decolagem. Isso é feito para que os olhos dos passageiros se acostumem com a escuridão. Dessa forma, em caso de uma emergência, as sinalizações de rotas de fuga serão claramente percebidas. Porém, alguns pilotos e comissários afirmam que isso acontecer para economizar energia.

Fonte: Desafio Mundial

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui