Vitória da Conquista: casal de advogados, filho e família de um professor universitário são feitos reféns e torturados

alt

Um casal de advogados juntamente com um filho e a família de um professor da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB) foram feitos reféns e torturados por um grupo de cinco bandidos em Vitória da Conquista. O fato teve início às 18 horas de terça-feira (14) chegando ao fim por volta das 3 horas da quarta-feira (15). De acordo com o jurista, a sua esposa advogada chegava em seu sítio, localizado no Parque Imperial, quando foi rendida pelos bandidos. Ao chegar em casa ele também caiu nas mãos dos marginais que logo em seguida os levou uma propriedade rural onde permaneceram por oito horas ao lado do docente. Neste espaço de tempo os delinquentes fizeram diversas saídas levando objetos para outro local. Por telefone com o BLOG DO ANDERSON no final da tarde deste sábado (18), um dos reféns disse que durante a tortura os marginais ameaçavam cortar o pescoço do seu filho de apenas onze meses. “No meio da madrugada o revólver de um dos bandidos caiu no chão, consegui pegá-lo e fiz dois disparos, acredito que um deles [ladrões] tenha sido atingido”, afirmou a vítima. Ainda de acordo com o advogado, dois suspeitos, entre eles um portador de deficiência física, foram capturados, no entanto somente o carro foi recuperado até o momento, ficando-se assim com um prejuízo em torno de R$ 60 mil para as duas famílias. O caso foi registrado no Distrito Integrado de Segurança Pública e é investigado pela Polícia Civil através da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos da 10ª Coordenadoria de Polícia do Interior.

Fonte: Blog do Anderson

Foto: Reprodução

 

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui