Vaqueiro mata o cunhado com facada

Jucuruçu – O homicídio aconteceu na tarde desta quarta-feira (22) por volta das 16h, no distrito de Coqueiro, município de Jucuruçu, quando o trabalhador rural Romildo Cândido da Cruz, o “Nego Rambo”, 42 anos de idade, morador da Praça da Matriz, no próprio distrito de Coqueiro, foi assassinado com uma facada do peito.

O golpe certeiro foi dado pelo vaqueiro José Ferreira dos Santos, o “Creu”, 56 anos de idade, que é primo da vítima. O motivo do crime teria sido ciúmes. José Ferreira estaria enciumado do seu cunhado e na tarde desta quarta-feira (22), homicida e vítima, teriam tido uma forte discussão. José Ferreira, o “Creu”, relatou que teria recebido um tapa no rosto dado por “Nego Rambo”.

Antes mesmo de deixar o local onde ocorreu a discussão seguida de agressão, o vaqueiro José Ferreira dos Santos, o “Creu”, 56 anos de idade, sacou de uma faca e aplicou um golpe certeiro em “Nego Rambo”, que ainda conseguiu andar de um lado ao outro da praça, caindo morto na porta de uma residência na própria Praça da Matriz. De imediato os policiais militares, Márcio, Rocha e Vieira, lotados no 5º Pelotão da Polícia Militar de Jucuruçu, foram ao local e efetuaram a prisão em flagrante do vaqueiro José Ferreira dos Santos.

O investigador Felipe Mendes, acompanhado do escrivão da Polícia Civil, Osnilton Pereira estiveram no local realizando os procedimentos legais. O levantamento cadavérico foi realizado pelo auxiliar de necropsia Anderson Barbosa, que removeu o corpo para o Instituto Médico Legal Nina Rodrigues de Itamaraju (IML) para exames de medicina legal.

José Ferreira dos Santos, o “Creu” encontra-se preso na carceragem do Complexo Policial de Itamaraju à disposição da Justiça

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui