Vandalismo em posto de saúde no Ilhéus II

A unidade que está em processo de reforma seria reaberto na próxima segunda-feira dia 14. Os vândalos arrombaram a porta lateral do prédio, quebraram equipamentos e até tentaram provocar um incêndio no local.

O posto de saúde do Bairro Ilhéus II, que está em processo de reforma de suas instalações, foi invadido, na manhã desta terça-feira, dia 8, após ter uma porta lateral arrombada. Segundo a funcionária Idalzina Correia não é a primeira vez que marginais invadem o local para praticar atos de roubo e vandalismo. “Eles entram aqui roubam cola, quebram as cadeiras e dessa vez tentaram até tocar fogo, além de terem sujado várias paredes”, informou. Ao ser informado do caso, o prefeito Jabes Ribeiro lamentou os prejuízos sofridos e observou que isto é mais grave em razão das sérias dificuldades que o município já atravessa, uma vez que o ato de vandalismo vai provocar um atraso na reabertura do posto, que estava programada para a próxima segunda-feira, dia 14.

O arrombamento foi descoberto por vizinhos, que após ouvir barulho no interior do prédio, ligaram para a funcionária que quando chegou ao local afirmou ter ouvido vozes, e logo trancou o portão por onde supostamente o acusado teria entrado, mas este conseguiu fugir pelo telhado. Idalzina, então, telefonou para a Polícia Militar que, ao chegar, conseguiu prender um homem, que confessou a ação criminosa, entretanto há indícios que ele não teria agido sozinho.

Diversos equipamentos foram danificados pela ação criminosa, além de vários objetos terem sido encontrados jogados no chão a exemplo de balanças, frascos de álcool e de medicamentos. Ainda foi colocado fogo em alguns papéis, mas a funcionária chegou antes que o fogo se alastrasse.

O posto de Saúde Ilhéus II faz parte do grupo de unidades que entrou em reforma durante a gestão anterior e que teve seus serviços de recuperação reiniciados pela atual administração, depois de resolver as pendências deixadas junto ao SUS e à empresa construtora responsável pela obra. De acordo com o secretário de Saúde, Antonio Ocké, exatamente nesta terça-feira, uma equipe foi ao posto para levantar as necessidades de material para permitir que a unidade voltasse a funcionar na próxima segunda-feira, o que será adiado em razão dos estragos provocados pelos vândalos. A expectativa é que o posto possa ser reaberto até o final do mês, mas a nova data dependerá de um exame mais apurado para se verificar a extensão dos danos.

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui