Um dia após deixar UTI, Alencar come leitão à pururuca

Medicos afirmam que não há problema, pois vice segue dieta normal. Alencar está acompanhado de familiares no quarto para o réveillon

O vice José Alencar deixou a UTI na quinta (30) (Foto: Ricardo Stuckert / Presidência)
O filho do vice-presidente da República José Alencar e presidente da Coteminas, Josué Gomes da Silva, afirmou que o pai almoçou um pedaço de leitão à pururuca nesta sexta-feira (31), um dia após deixar a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Cardiológica do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo.

Alencar foi internado na quarta-feira (22) por causa de uma hemorragia intensa e se recupera de um procedimento cirúrgico realizado na tarde da última terça-feira (28) para estancar um sangramento em um tumor que invade o intestino delgado.

Os médicos Raul Cutait e Paulo Hoff, que integram a equipe que acompanha José Alencar, confirmaram a informação do filho do vice-presidente. “Não tem problema ele comer um pouquinho”, afirmou Hoff. “Ele está em dieta normal.”

Boletim médico, divulgado às 12h40, informou que Alencar “apresenta-se estável, com o sangramento intestinal cirmpontrolado, até o momento”. Mais cedo, o médico Raul Cutait disse que o vice-presidente estava se alimentando e “continua se recuperando de todos os problemas, está fazendo diálise para tirar o excesso de água e se sente bem.”

De acordo com o filho do vice-presidente, Alencar está acompanhado no quarto da mulher, Mariza Gomes da Silva, e das filhas. Os netos, segundo Josué, estiveram a tarde inteira no hospital e voltarão para passar o réveillon com o avô.

Alencar quer ir a posse

Após uma visita ao vice-presidente nesta sexta, o senador Eduardo Suplicy (PT-SP) afirmou que Alencar insiste em participar da posse da presidente eleita Dilma Rousseff, no sábado (1º ), em Brasília.

“Ele [Alencar] disse que conversou com o presidente Lula ontem e que o melhor remédio que ele pode ter de todos que os médicos do hospital é poder ir a posse amanhã da presidenta Dilma”, afirmou Suplicy. “Alencar estava com um dos médicos ao lado e disse que se eles considerarem que há condição, ele quer ir à Brasília.”

Na quinta-feira (30), o médico Paulo Hoff comentou a vontade de Alencar em participar da posse em Brasília, mas defendeu a permanência do vice-presidente no hospital. Na quarta-feira (29), Hoff já havia praticamente descartado a hipótese de o vice comparacer à solenidade de posse.

Ele explicou as razões médicas para que o vice não viaje de avião. “A pressurização do avião pode colaborar para um novo sangramento. Este é um momento cívico muito importante para o país e principalmente para ele. A vontade de estar na posse é perfeitamente compreensível, mas o mais importante que estar lá é ele estar bem. Ele tem essa consciência.”

Histórico médico

O vice-presidente luta contra um câncer na região do abdome e já passou por 18 cirurgias. Em julho de 2009, fez operação motivada por uma obstrução intestinal causada por tumores abdominais.

Em setembro deste ano, o vice-presidente foi internado no mesmo hospital em razão de um edema agudo de pulmão. Em julho, por causa de uma crise de hipertensão, ficou hospitalizado e passou por um cateterismo. Em novembro, durante outro período de internação, sofreu um infarto.

Fonte: Milene Rios / G1

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui