Tristeza: Linhares perde o empresário Antenor Pianna, Diretor da Fiat Portovel em Eunápolis.

Hoje Linhares e Eunápolis estão mais tristes. Acabamos de perder um de seus filhos mais queridos: Antenor Pianna, um dos empreendedores responsáveis pelo crescimento da cidade e que dedicou toda a sua vida a estas terras. Ele era o Presidente do Grupo Pianna. Antenor lutava contra um câncer e veio a falecer na noite desta quinta-feira, por volta das 21 horas, no apartamento da família, em Vitória. O empresário deixa a esposa, Valéria, e três filhos: Viviane, Leonardo e Christiane, e cinco netos. O corpo de Antenor chegará a Linhares nesta sexta-feira (18), por volta das 4 horas da manhã, será velado na Capela da Igrejinha Velha e sepultado às 16 horas no Cemitério São José, no bairro Interlagos, onde está o jazigo da família. Ali já está sepultado Paulo Henrique, filho de Antenor.

Foi no Córrego Joaquim Távora, ao Norte de Colatina, Espírito Santo, que a família Pianna começou a construir uma sólida união de companheirismo e muito trabalho. Aos seis anos de idade, Antenor Pianna já tinha uma função, levava água no topo do morro onde trabalhava o seu pai. Aos 13 anos já trabalhava peneirando 45 sacos de café por dia e se tornei uma peça importante no sustento de toda a família. Em 1953, a família mudou-se para Linhares dando início ao que nem se imaginava na época, a criação de um dos maiores grupos empresariais do estado do Espírito Santo.

Atualmente, com 50 anos de atividade, o Grupo Pianna trabalha em onze segmentos de mercado em quatro Estados. Resumidamente atua nas áreas: veículos (com três marcas distintas), tratores, máquinas agrícolas, pneus, distribuidora de cerveja (AMBEV), posto de gasolina, financeiras, distribuidoras de petróleo, material de construção e máquinas pesadas para a agricultura. “Considero a qualificação profissional um dos pontos mais importantes do sucesso atual das empresas do grupo. Acreditamos e investimos muito no desenvolvimento pessoal e profissional dos quase mil colaboradores da Pianna”, costumava dizer Antenor.

Amigo do Meio Ambiente

Além disso, as empresas do Grupo cumprem um importante papel social, principalmente na área de meio ambiente. “Pessoalmente tenho um compromisso com a preservação da nossa terra, afinal é dela que tiramos nosso sustento e através dela chegamos onde estamos. Esse compromisso é cobrado também de nossos colaboradores e fornecedores”, pregava o empresário que sempre foi preocupado com a preservação do meio ambiente.

Antenor sempre acreditou que as mudas de viveiro utilizadas no replantio de florestas que o próprio homem destruiu era uma das alternativas para vê-las nascer de novo. E ele tinha razão. Começou plantando dez mil árvores e chegou a 55 mil. Ele tinha uma pequena floresta no quintal de casa: além das árvores plantadas, Seu Antenor conseguiu recuperar duas nascentes. Um trabalho de formiguinha, que começou há dez anos. “Isso é sadio, nos dá uma satisfação muito grande. Inclusive, começar a salvar as nossas nascentes, que hoje estão morrendo. Cercar nascentes, pequenos lugares de nascentes, e fazer em torno delas o replantio. Elas, pequenas, com o decorrer do tempo, vão se tornar nascentes maiores, vão ficar grandes”, disse certa vez numa entrevista.

Agora, a floresta de Seu Antenor é a casa de animais como os papagaios Xauá, que antes viviam em cativeiro, mas, depois de serem reabilitados, ganharam um novo lar na propriedade do empresário.

Nós da Portovel, se solidarizamos com a família neste momento de dor e tristeza e presta esta pequena homenagem a este grande homem que tanto contribuiu para a cidade de Eunápolis, trazendo a FIAT Portovel para atender e realizar o sonho dos cidadãos até hoje.

O Site de Linhares se solidariza com a família neste momento de dor e tristeza e presta esta pequena homenagem a este grande homem que sempre amou Linhares.

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui