Tomate: um anti-cancerígeno natural

Foto: Saúde Dica

O tomate já é um dos alimentos mais consumidos em diversos tipos de preparação, consideradas saldáveis ou não. Sua versatilidade permite que seja o protagonista em pratos, como tomate recheado, vai muito bem acompanhando uma saladinha, ou mesmo disfarçado no molho de tomate daquela pizza ou macarronada. Até quem diz que não gostar em sua forma in natura, acaba consumindo-o em alguma preparação.

Esse fruto é muito rico nutricionalmente e seus benefícios para saúde vêm sendo comprovado pela ciência. Não é por acaso que o tomate é um dos principais alimentos da famosa Dieta Mediterrânea, conhecida por sua capacidade de promover a longevidade e, sobretudo, de evitar doenças cardiovasculares.

Devido as suas características, muitas pessoas acreditam que o tomate é um legume, mas, apesar de suas propriedades nutricionais serem realmente muito próximas dos legumes, ele é considerado uma fruta, devido as suas características biológicas de crescimento e desenvolvimento.

O tomate é um grande aliado à prevenção do câncer, por ser rico em antioxidantes e fito-nutrientes. Estudos mostram que quando o homem consume quatro porções do tomate por semana, pode reduzir em até 40% o risco de câncer de próstata. Além disso, consumo do fruto também está ligado à prevenção do câncer de pâncreas e pulmão. Para potencializar esse efeito anti-cancerígeno, o ideal é consumir o tomate aquecido (cozido ou assado) ou em forma de molho (molho caseiro! E não aqueles industrializados que vêm cheios de aditivos).

Por possuir muitos nutrientes e poucas calorias, (apenas 20 a 25 kcal por unidade média) o tomate é um parceiro nas dietas para emagrecimento. Sua ação diurética ajuda a desinchar e suas fibras proporcionam sensação de saciedade.

O consumo desse fruto também está ligado ao ganho de massa magra. Suas propriedades dificultam a atrofia muscular, potencializando a síntese proteica, e, consequentemente, o crescimento dos músculos. Para melhor obter esse beneficio, recomenda-se o consumo do tomate ainda verde.

Conheça outros benefícios do tomate:
• reduz o risco de doença cardíaca;
• colabora no controle dos níveis do colesterol;
• ação anti-inflamatória;
• melhora a saúde óssea;
• reduz do risco de degeneração macular;
• ajuda a regular os níveis de açúcar no sangue.

O tomate é rico em licopeno, vitaminas A, B, C e E, fósforo, potássio, manganês, fólico, cálcio, frutose e beta-caroteno.

Vale ressaltar que o tomate está entre os alimentos nos quais são usados mais agrotóxicos em seu cultivo, por isso recomenda-se, preferencialmente, o consumo da fruta de plantação orgânica.

 

 

 

 

 

 

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui