Teixeira: UFSB proporciona mais riqueza e oportunidades para cidadãos

A pluralidade cultural de Teixeira de Freitas está enriquecida e a aula inaugural do Campus Paulo Freire da UFSB realizada na sexta-feira, 12, consagrou a filosofia inovadora da Universidade e o novo tempo que inicia. A ex-presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP), Malvina Tania Tuttman, foi a palestrante na aula inaugural, prestigiada por professores, servidores, estudantes e seus familiares, comunidade e autoridades como o reitor da UFSB Naomar Almeida, a diretora do Departamento de Educação (DEDC) do Campus X da Universidade do Estado da Bahia (Uneb), Minervina Reis, o decano Sebastião Loureiro o prefeito João Bosco, entre outras. Todos os professores da UFSB em Teixeira de Freitas possuem doutorado, ao todo são 17 das mais diversas áreas e vindos, também, de todas as partes do Brasil.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O professor Eduardo Bonzatto, historiador de São Paulo, sobre o projeto “revolucionário” da federal do extremo sul baiano afirmou: “viemos ensinar os professores a serem estudantes, e os estudantes a serem professores”, segundo ele, esse foi o aspecto que o “conquistou” para ingressar na Universidade, que valoriza e fomenta os variados aspectos do conhecimento. Mais de cinquenta por cento dos estudantes da Universidade Federal do Extremo Sul da Bahia (UFSB) campus Paulo Freire são de Teixeira de Freitas, que recebe também representantes de Minas Gerais, Espírito Santo, São Paulo, Brasília, Manaus e de todo o país.

O prefeito João Bosco complementou que, “a UFSB já nasce enraizada em Teixeira de Freitas”, cujo retrato é exatamente plural, multicultural. Muito emocionado, ele destacou que “de todos os nossos ganhos nesse governo, nenhum se compara a UFSB”. Segundo ele, esta Universidade tem tudo a ver com Teixeira porque contribuirá na construção de “uma cidade com conceitos diferentes, onde o desenvolvimento não seja apenas econômico, mas principalmente social, que o ganho maior seja para as pessoas”.

A possibilidade de que o filho do teixeirense se torne médico, de que o estudante da escola pública no extremo sul da Bahia se torne médico, é real. As aulas já começaram, os mais de 200 estudantes matriculados, animados, iniciaram seus estudos na sede do campus e nos Colégios Universitários instalados no Colégio Polivalente, em Itamaraju, e no Cetepes, em Teixeira de Freitas. “Pela primeira vez no Brasil tivemos a primeira aula de uma Universidade dentro de uma escola pública, isso é histórico”, comemorou o professor Kennedy Fernandes.

O professor Luiz Henrique Guimarães, médico, destacou: “não são apenas vagas, são oportunidades, porque as vagas podem ser limitadas, mas as oportunidades que o conhecimento proporciona, que esta Universidade proporciona, são infinitas”. O reitor Naomar Almeida, por sua vez, foi enfático: “não viemos abrir as portas da Universidade para alguns, viemos abrir as portas da Universidade para todos”.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Entre os estudantes, o clima é de total satisfação. O modelo pedagógico diferenciado, que passa aos estudantes uma visão macro das áreas do conhecimento e permite a progressão gradativa no curso, é um dos aspectos mais elogiados. Thaynara Ferreira, 18 anos, estudante de escola pública em Itamaraju, afirmou que ainda não escolheu a carreira profissional que quer seguir. “Eu ainda estou pensando, o bom é que aqui eles vão nos despertar para diversas possibilidades e só depois de ter essa visão é que teremos que escolher qual caminho seguir”, comentou. Já o teixeirense Rafael Araújo, 18 anos, pretende cursar Engenharia Elétrica, ele chegou a ser aprovado para o curso na Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) mas escolheu a UFSB. “Eu teria que mudar, ir pra longe de casa, agora eu posso estudar aqui e tenho a possibilidade de confirmar se é isso que eu quero mesmo, já que vou ter acesso a um mundo de conhecimento”, disse ele e destacou “funcionários, professores, todos te tratam bem, está sendo fantástico”.

 

 

 

 

Fonte: Ascom da prefeitura

 

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui