Teixeira: Município divulga nota sobre Lei Emergencial Cultural Aldir Blanc

Foto: Leones Alencar

Confira nota de utilidade pública divulgada pelo município de Teixeira de Freitas sobre a Lei Emergencial Cultural Aldir Blanc (LEI 14.017):

Teixeira de Freitas receberá os recursos da Lei Emergencial Cultural – Lei Federal nº Aldir Blanc 14.017/2020, a “Lei Aldir Blanc”.

O município deve receber um montante de R$1.195,833,62 (um milhão cento e noventa e cinco mil oitocentos e trinta e três reais e sessenta e dois centavos), para ações emergenciais de apoio ao setor cultural, que tiveram que parar suas atividades, por consequência da pandemia.

As ações emergenciais de apoio ao setor cultural serão realizadas por meio de:

  • Renda emergencial mensal de R$600,00 (seiscentos reais) aos trabalhadores e trabalhadoras da cultura, a ser pago exclusivamente pelo Governo do Estado da Bahia, conforme estabelece o inciso I, do artigo 2° do Decreto n° 10.464/2020, aos trabalhadores e trabalhadoras da cultura cadastrados no site www.cultura.ba.gov.br;
  • Subsídio mensal para manutenção de espaços artísticos e culturais, microempresas e pequenas empresas culturais, cooperativas, instituições e organizações culturais comunitárias que tiveram as suas atividades interrompidas por força das medidas de isolamento social;
  • Editais, chamadas públicas, prêmios, aquisição de bens e serviços vinculados no setor cultural e outros instrumentos destinados à manutenção de agentes, de espaços, de iniciativas, de cursos, de produções, de desenvolvimento de atividades de economia criativa e de economia solidária, de produções audiovisuais, de manifestações culturais, bem como a:
  • Realização de atividades artísticas ou culturais que possam ser transmitidas pela internet ou disponibilizadas por melo de mídias sociais ou plataformas digitais.

É de competência do município a execução do previsto nos incisos II e III da Lei Aldir Blanc, que correspondem ao subsídio e também ao fomento à cultura.

Equipe do Departamento de Cultura atua na atualização do cadastro cultural municipal, e também realizará inspeções in loco, para a conferência e ratificação das informações inseridas no cadastramento cultural, que se deu de forma online, divulgadas por meio de lives, entrevistas em rádios programas ao vivo.

Para o recebimento é preciso que o município acione alguns setores com suas respectivas competências, tais quais a Procuradoria, Controladoria, o Conselho de Cultura do Município, para que possa executar o recurso respeitando a Lei Federal e a Lei Orgânica do Município, para que tudo ocorra com lisura e transparência, para que o auxilio emergencial chegue a quem de direito, que são os artistas.

A Casa da Cultura está à disposição da sociedade e de todo a fazer artístico, para explicar quaisquer dúvidas sobre o processo de desdobramento de execução da lei dentro do nosso Município.

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui