Teixeira de Freitas: O talento de um artista Multimídia

São muitos os talentos nas mais diferentes áreas da atividade artística, que depois de atuarem em suas regiões e em muitos estados, escolheram Teixeira para continuar a carreia. Mas, poucos, muito poucos, têm o currículo de Amaro Vicente Samt’Anna, paulista de Atibaia, aprazível cidade nas montanhas do estado.

Amaro descobriu a vocação para o teatro ainda na adolescência, compondo grupos teatrais na capital paulista, que se destacaram muito. Foi integrante, inclusive, de companhias de teatro ligadas à USP. Neste período, trabalhou ao lado de nomes que hoje são reconhecidos pela atuação em novelas e filmes.

Amaro foi chamado para dublar filmes e encantou-se com esta nova atividade. Dublou muitos personagens que fizeram sucesso, principalmente do segmento infantil. Aí nasceu a vontade de também escrever. E ele passou a destacar-se também como autor teatral. A primeira peça infantil que escreveu foi: “A Revolução dos Bichos.” Gostou da coisa.

A vida artística é cheia de altos e baixos, idas e vindas. E num destes momentos, Amaro resolve vir para o interior da Bahia. Chega a Teixeira de Freitas. Aqui realiza uma série de pequenos trabalhos, até que é convidado e passa a integrar o Departamento de Cultura da Prefeitura Municipal.

No Departamento, todos admiram sua criatividade. Ele desenha, constrói maquetes, estruturas, atua e ainda constrói bonecos, fantoches. Isso lhe abre as portas para continuar encantando as crianças. Como é um ator nato, cria vozes diferentes em seu teatro de bonecos.

Na Rua da Cultura, suas atuações, ao lado do companheiro Erlan, levaram crianças e adultos ao delírio. E Amaro, que aprendeu a amar Teixeira de Freitas e se sente um Teixeirense nato, reencontrou o sucesso. Ele merece.

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui