Taxista de Conquista é sequestrado após aceitar corrida para outro estado

Foto: Reprodução/ TV Sudoeste

Um taxista de 33 anos, morador de Vitória da Conquista, município na região sudoeste da Bahia, foi sequestrado por três homens, e levado para São Paulo na manhã de domingo (5). Robson da Silva Santos foi contratado pelos suspeitos para fazer uma viagem até a cidade de Divisa Alegre, em Minas Gerais, depois desapareceu.

“No sábado ele trabalha só na noite, que nós somos adventistas [religião evangélica], aí depois do pôr do sol ele sai para trabalhar. A última vez [que ela falou com o marido] foi essa, pela manhã ele não deu notícias mais”, contou Vanessa Queiroz, mulher do motorista.

Segundo informações de alguns colegas de trabalho, três homens entraram no carro de Robson para fazer uma corrida até Divisa Alegre na manhã de domingo, mas o motorista não retornou para a cidade de Vitória da conquista.

A mulher do taxista tentou entrar em contato com o marido por meio de um aplicativo de conversa no celular. Ela enviou uma mensagem na manhã de domingo, e recebeu uma resposta às 19h. “Estou em Jequié”, dizia a mensagem enviada pelo celular de Robson. Mas pela forma como foi escrita, Vanessa afirma que não foi o marido que enviou a resposta.

Um vídeo de uma câmera de segurança de um posto de gasolina em Lagoa Grande, na região de Cândido Sales, a cerca de 80 km de Conquista, mostra o momento em que o carro de Robson é abastecido.

As imagens ajudaram a polícia a localizar um dos suspeitos de sequestrar Robson. O jovem de 19 anos foi preso e contou, em depoimento, que os outros dois suspeitos seguiram de carro até São Paulo com o taxista.

De acordo com o delegado Nei Britto, Robson conseguiu fazer contato com o pai, e informou que teria sido liberado, e iria pegar um ônibus para retornar para Vitória da Conquista. “O taxista teria feito contato com o pai, informando que estaria livre, e estaria pegando um ônibus. Mas o pai não conseguiu mais contato, então a gente não sabe se ele realmente reconheceu a voz do filho. A gente não sabe se ele ainda continua em poder dos dois assaltantes”, explicou o delegado.

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui