Suzano inicia uma nova turma do Formare Social na região de Mucuri

Os 18 jovens participantes terão aulas na empresa no período de outubro a março. Fotos Divulgação

 Poder aprender uma atividade em uma empresa que é líder mundial no seu segmento de atuação e é reconhecida entre as melhores para se trabalhar é um incentivo para os 18 jovens que participam do Formare Social, iniciativa de qualificação profissional desenvolvida pela Suzano em parceria com a Fundação Iochpe. O Formare recebeu, em outubro, uma nova turma que, pelos próximos seis meses, participará do curso de Operador de Processo de Produção.

A nova turma do Formare Social inclui jovens das regiões de Mucuri, Itabatã, Posto da Mata e comunidades de Rancho Alegre, Espora Gato, Nova Era e Sítio São José. Eles iniciaram a jornada de aprendizado interagindo com colaboradores voluntários da empresa, que protagonizam as capacitações, compartilhando conhecimento e experiência profissional com estes jovens. A iniciativa integra o Programa Voluntariar, que possibilita a colaboradores da empresa o exercício da cidadania e a prática dos direcionadores da companhia, com destaque para gente que inspira e transforma para construção de um mundo melhor.

Desenvolvido desde 2005 em parceria com a Fundação Iochpe, o Formare capacita jovens em condição de vulnerabilidade social no curso de Operador de Processo de Produção. É realizado nas unidades de Suzano (SP), Imperatriz (MA) e Mucuri (BA) e já capacitou, nos três estados, quase 700 jovens, envolvendo a atuação de mais de 1.500 voluntários da empresa.

Cerca de 80 voluntários da Unidade Mucuri já confirmaram participação no aprendizado dessa nova turma, que terá disciplinas que incluem: organização empresarial, saúde e meio ambiente, comunicação oral e escrita, relacionamento e cidadania, informática aplicada, matemática aplicada e lógica, segurança na indústria, processos produtivos, logística e produção, controle e melhoria da qualidade, manutenção eletromecânica, criatividade e inovação.

“A atuação dos voluntários é fundamental para o sucesso desse projeto. Trata-se de uma importante oportunidade para colocarmos em prática alguns dos nossos direcionadores, entre eles os de gerar e de compartilhar valor e gente que inspira e transforma, fortalecendo a cultura colaborativa, para construção de uma sociedade melhor”, destaca a coordenadora do Programa Voluntariar, da Suzano, Elisabete Flores Pagliusi.

Os jovens que participam do Formare Social, recebem bolsa auxílio educacional durante o curso e têm a oportunidade de conhecer o processo produtivo da empresa. Lorenzo Fabre de Oliveira Mendonça é um dos integrantes da nova turma do Formare e fala da expectativa: “Espero que o Formare transforme a minha vida. Há pouco tempo acreditava que meu destino seria seguir a profissão do meu pai, que trabalha com manutenção de bombas hidráulicas e poços artesianos, mas o Formare pode tornar possível realizar meus sonhos”.

Emanoel Carlos dos Santos Amorim também faz parte da turma e conta que o aprendizado está sendo uma “experiência incrível. Estou aprendendo muito sobre a área industrial e espero sair daqui como um profissional apto a carregar no peito não apenas o logo da Suzano, mas também o amor pelo Formare”, afirma.

Sobre a Suzano

A Suzano, empresa resultante da fusão entre a Suzano Papel e Celulose e a Fibria, tem o compromisso de ser referência global no uso sustentável de recursos naturais. Líder mundial na fabricação de celulose de eucalipto e uma das maiores fabricantes de papéis da América Latina, a companhia exporta para mais de 80 países e, a partir de seus produtos, está presente na vida de mais de 2 bilhões de pessoas. Com operações de dez fábricas, além da joint operation Veracel, possui capacidade instalada de 10,9 milhões de toneladas de celulose de mercado e 1,4 milhão de toneladas de papéis por ano. A Suzano tem mais de 35 mil colaboradores diretos e indiretos e investe há mais de 90 anos em soluções inovadoras a partir do plantio de eucalipto, as quais permitam a substituição de matérias-primas de origem fóssil por fontes de origem renovável. A companhia possui os mais elevados níveis de Governança Corporativa da B3, no Brasil, e da New York Stock Exchange (NYSE), nos Estados Unidos, mercados onde suas ações são negociadas.

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui