Suspeito de matar e ocultar corpo de modelo na PB é preso em Eunápolis

Lorrayne estava desaparecida há uma semana — Foto: Instagram/Reprodução

A Polícia Rodoviária Federal de Eunápolis cumpriu um mandado de prisão temporária contra o segurança Kennedy Ramon Alves Linhares, de 32 anos. Ele, segundo a polícia, é suspeito de matar e ocultar o corpo da ex-namorada, a modelo Lorrayne Damaris da Silva, de 19 anos, no estado da Paraíba.

Kennedy foi abordado na BR-101, zona urbana de Eunápolis, quando fugia com dois amigos em um carro para o estado de Santa Catarina. O segurança iria começar um novo emprego na região sul do país.

Lorrayne e Kennedy mantinham relacionamento de três anos

Durante o interrogatório, o segurança indicou onde havia deixado o corpo da modelo. Após a informação, a polícia paraibana conseguiu localizar o corpo da vítima já em estado de decomposição às margens do Rio Paraíba, no município de Sobrado.

Kennedy e Lorrayne se reencontraram no dia 12 de dezembro, quando ele foi busca-la no aeroporto de João Pessoa, capital paraibana, após ficarem um mês separados. Os dois, que mantinham um relacionamento de três anos, foram para uma casa de veraneio na cidade de Lucena, onde ocorreu uma briga.

O segurança, conforme a polícia, disse que teria tentado conter a modelo enforcando-a, mas exagerou na força e ela acabou morrendo. Ele não aceitava o estilo de vida da ex-namorada, pois ela fazia muitas viagens devido à profissão.

Após o crime, o segurança disse que colocou o corpo da modelo dentro de um carro e deixou às margens do rio. Ele escondeu o veículo logo depois e iniciou a fuga.

Fonte: Radar64

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui