Sob os cuidados do Pastor

“Em verdes pastagens me faz repousar e me conduz a águas tranqüilas; restaura-me o vigor.” (Salmos 23.2-3a)

Ao declarar que Senhor é seu pastor, subentendido está que Davi se posiciona na vida como ovelha do Deus que é seu pastor. A declaração de quem Deus é para nós, também é uma declaração de quem somos. O que acreditamos que somos para Deus depende de como o vemos. Há pessoas que veem Deus como um Soberano Austero, que governa tudo com poder. Outros como um Santo a ser temido, no sentido pesado da palavra, e fazem das tripas coração para enquadrarem-se na possibilidade de serem aprovados por Deus. Jesus levou seus discípulos a entenderem que Deus é Abba, é Pai. Deus é amor. E isso não é uma negação de Sua soberania, santidade, grandeza ou qualquer outra característica Sua. Mas redefine completamente a Sua relação conosco. Podemos ser Suas ovelhas como Davi foi.

Se a visão que temos de Deus é verdadeira, é alinhada com a que Jesus nos transmite com Sua vida e ensinos, se realmente cremos que Deus é quem Jesus declarou e demonstrou que Ele é, é esperado que sejamos melhores, que sejamos mais saudáveis, que haja mais vida em nossa vida. Davi declarou que o seu Pastor o fazia repousar em pastos verdejantes e o conduzia a águas tranquilas. O seu Pastor restaurava o seu vigor. Jesus, em nome do Deus que é o Pastor de Davi, veio para nos trazer vida abundante (Jo 10.10). Neste mundo de tantas dores, dores de tantos tipos; neste mundo de perdas e desencontros, injustiça e escassez, podemos facilmente ignorar as bênçãos e bondade de Deus. Grande parte do mal que nos atinge é resultado direto da maneira errada que olhamos para vida e a vivemos. Em nossos equívocos, ferimos e somos feridos. E muito ferimos a nós mesmos.

Este mundo cria necessidades falsas e prazeres que nos esvaziam. Torna-nos muito bons em viver da forma errada. Acostumados a uma vida pequena, medíocre, nem cogitamos que ela pode ser muito mais que é. Precisamos olhar mais para Deus, buscá-lo mais. Precisamos crer, firmar-nos na fé, lutarmos pela fé. Fixarmos nosso olhar em Deus, viver superando o que vemos de imediato. Precisamos deixar que Deus mude as coisas de lugar, especialmente dentro de nós. Reordene nossos valores. Simplifique com a verdade a complexidade produzida pelas mentiras, de modo que possamos ver a beleza, encontrar a leveza, desfrutar a paz de quem sabe que pertence a Deus. Isso é plenamente possível porque o Pastor veio a nós em Cristo. Precisamos crer e aprender a ouvir a Sua voz. Sejamos ovelhas do Bom Pastor. Aprendamos a segui-lo e encontraremos repouso e nosso vigor será restaurado. Mesmo nesse mundo de sequidão e estio.

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui