Sesab e Itabuna adotam medidas para melhorar assistência à saúde na região

Secretário de Saúde do Estado
O secretário da Saúde do Estado, Jorge Solla, participou no final da tarde desta segunda-feira (14), de uma reunião com o prefeito de Itabuna, Capitão Azevedo. O objetivo do encontro foi discutir os investimentos realizados pela Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) na região, a atual situação da assistência à saúde no município e a melhoria das condições de atendimento à população no Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães (HBLEM). Também participaram da reunião, a subsecretária da Saúde do Estado, Suzana Ribeiro, o superintendente de Gestão e Regulação da Atenção à Saúde (Suregs), Andrés Alonso, o secretário de Saúde do município, Geraldo Magela, o deputado estadual, Augusto Castro, e o presidente do Conselho de Secretários Municipais do Estado da Bahia (Cosems), Raul Molina.

Ao fazer uma rápida apresentação sobre o aporte de recursos destinados à saúde em Itabuna, o secretário Jorge Solla demonstrou que os valores repassados pelo Ministério da Saúde, para custear os serviços ambulatoriais e hospitalares de média e alta complexidade para este município, aumentaram de cerca de R$ 48,5 milhões anuais, em 2006, para 76,5 milhões, em 2010 (+ 57,7%). Cabe destacar que ao assumir a gestão do sistema de saúde, em função da desabilitação da gestão plena municipal em Itabuna a partir do final de 2008, a Sesab vem ampliando os recursos aplicados, tendo gasto em 2010 um total de 95,8 milhões (quase 20 milhões a mais que o teto financeiro estipulado pelo Ministério da Saúde para Itabuna).

Solla também detalhou os valores repassados pela Sesab ao HBLEM, comprovando o aumento do valor recebido pela unidade. Ele mostrou que até 2008 o HBLEM recebia menos de R$ 10 milhões anuais e, um ano após, esta mesma instituição passou a receber R$18 milhões, um incremento de 80% no repasse de recursos.

Depois do debate sobre quais seriam as medidas adotadas para melhorar as condições de assistência à saúde da população de Itabuna e região, o secretário Jorge Solla deixou claro a intenção de iniciar o processo de retorno da gestão plena para Itabuna. No final do encontro, ficou estabelecido por consenso, a adoção imediata de um conjunto de cinco medidas: delegar ao município o acompanhamento e a fiscalização da execução de serviços contratados pela Sesab em Itabuna; convidar o município a participar, junto com a Sesab, da revisão dos contratos que serão renovados com a Santa Casa de Misericórdia de Itabuna; efetuar o pagamento da produção dos procedimentos de média e alta complexidade em neurocirurgia que vierem a ser realizados no HBLEM, credenciar o HBLEM para a realização de cirurgias bariátricas (atendendo a uma antiga reivindicação da ONG Casa do Obeso) e, junto com o Cosems, instituir uma comissão para avaliar a situação da gestão municipal da saúde.

Ascom/Sesab /sus/itabuna

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui