Seminário na UESC debate o desenvolvimento para o Sul da Bahia

O Sul da Bahia é o tema do debate. A região que reúne elementos culturais, históricos, paisagísticos e de biodiversidade excepcionais será amplamente debatida no seminário “Estratégia de Desenvolvimento para o Sul da Bahia: realidade e vocações”, que acontece nesta sexta-feira, 10 de dezembro, na Universidade Estadual de Santa Cruz, através do Departamento de Ciências Agrárias e Ambientais e apoio de várias organizações da sociedade civil e pesquisadores da Universidade Federal da Bahia e da Universidade Federal do Recôncavo.

O seminário servirá de subsídio para que se estabeleça um debate a respeito de uma trajetória de desenvolvimento regional pautado nos ativos culturais, físicos e naturais associados à economia de hoje. “A pesca, turismo, cacau e chocolate e eletroeletrônicos demonstraram vitalidade e perenidade nas duas últimas décadas, em que pese gargalos e deficiências estruturais de logística, disponibilidade de capital e inovações tecnológicas”, lembra Jorge Chiapetti, da UESC.

Segundo o professor, o objetivo do seminário é discutir com os especialistas de cada área perspectivas de desenvolvimento social, econômico e ambiental para a região, com o desenho de cenários para os próximos 30 anos, com base nas vocações regionais.

Para Rui Rocha , especialista em desenvolvimento rural e professor da UESC, agregando e diversificando produtos e serviços ao atual portfólio produtivo regional é possível construir uma trajetória de desenvolvimento social e econômico mais sustentável para o Sul da Bahia. “O ponto de partida para o desenvolvimento se dá com o tipo de sociedade que queremos construir no futuro, à luz daquilo que existe culturalmente em uma região”, completa Rocha.te

Fonte: Tribuna da Bahia

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui