Secretários estaduais participam de formatura do Pronatec em Ilhéus

Os titulares das pastas de turismo, Domingos Leonelli, e de Desenvolvimento Social e Combate à Pobreza, Moema Gramacho, representam o governo da Bahia, na cerimônia de certificação dos 300 formandos do programa nacional.

A primeira cerimônia de formatura das turmas do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), iniciadas no primeiro semestre de 2013, em Ilhéus, vai contar com a participação dos titulares das pastas de Turismo, Domingos Leonelli, e de Desenvolvimento Social e Combate à Pobreza, Moema Gramacho, que representarão o governo do Estado. A solenidade que também vai contar com a presença de deputados federais e estaduais, está marcada para a próxima segunda-feira, dia, 23, no Centro de Convenções Luis Eduardo Magalhães, a partir das 19 horas.

No evento, promovido pela Prefeitura de Ilhéus, através da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (SDS), receberão o certificado cerca de 300 estudantes dos municípios de Ilhéus e de Itabuna. São formandos dos cursos de auxiliar de fiscalização ambiental, assistente de planejamento e controle de produção, assistente de operação de logística portuária, auxiliar administrativo, agente de alimentação escolar, camareira em meios de hospedagem, fotógrafo, montador e operador de computador e Inglês e espanhol aplicado a serviços turísticos. O evento contará também com a palestra magna da Aula Inaugural para os alunos das turmas do segundo semestre do ano.

O secretário da SDS, Jamil Ocké, observa que o curso é uma qualificação a mais na formação profissional do jovem. “É preciso valorizar e incentivar o esforço do aluno que teve dedicação e compromisso com o curso”, enfatiza. Conforme explica Ocké, o objetivo do Pronatec é qualificar, capacitar e requalificar jovens e adultos, que têm o ensino fundamental e médio, ampliando e criando novas oportunidades no mercado de trabalho. “A partir desta qualificação os alunos terão reais condições de competirem por vagas nos novos empreendimentos que serão instalados no município e também em todos os setores como a indústria e o comércio”, ressalta.

O programa oferece turmas de formação inicial e continuada com duração de no mínimo 160 horas. Alguns destes cursos são realizados em parceria com estabelecimentos autorizados como Senai, Senac, Senate instituições federais. Cada aluno recebe uma bolsa-auxílio, que pode variar entre R$ 8,00 e R$ 10,00 diários para despesas com transporte e lanche, entregues a cada 15 dias para quem frequenta assiduamente as aulas.

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui