Sábado de vacinação contra a gripe na rodoviária e mercadão municipal de Teixeira

Foto: Ascom

Há uma semana do final da campanha nacional de vacinação contra a gripe, a secretaria Municipal de Saúde realizará mais um sábado de vacinação em Teixeira de Freitas.

Neste sábado (25), postos extras de vacinação (Rodoviária Velha e Mercado Municipal) e vacinações itinerantes em algumas localidades (Costa Filho, Cidade de Deus , Residencial Castelinho) as unidades de saúde estarão abertas das 7h às 13h, para atendimento ao público-alvo da campanha.

A estratégia da Vigilância Epidemiológica é aumentar o número de pessoas vacinadas, pois, até essa semana,foram vacinadas 22 mil pessoas, e a meta é vacinar aproximadamente 35 mil. No momento apenas 60% das pessoas que fazem parte do público-alvo tomaram a vacina.

A campanha se estende até o dia 31 de maio (sexta-feira). Os números são da Secretaria Municipal de Saúde, fornecidos pela da Vigilância Epidemiológica (VIEP).

A população precisa ficar em alerta, pois é fundamental que o público-alvo procure as unidades de saúde para receber a dose da vacina. A gripe é causada pelo vírus Influenza e pode levar a complicações e até mesmo a morte.

Em Teixeira de Freitas, até o dia 24/05/2019, foram confirmados dois casos de gripe por Influenza, sendo um deles confirmado para H1N1 e outro por H3N2. Até o momento, nenhum óbito registrado. Este fato nos dá a comprovação da circulação dos vírus em nossa cidade.

Influenza

A influenza é uma doença respiratória infecciosa de origem viral, que pode levar ao agravamento e ao óbito, especialmente nos indivíduos que apresentam fatores ou condições de risco para as complicações da infecção.

Devem ser vacinadas:

  1. Crianças entre 6 meses de vida e menores de 6 anos de idade;
  2. Gestantes;
  3. Puérperas;
  4. Indivíduos com 60 anos ou mais de idade;
  5. Trabalhadores da saúde;
  6. Policiais Civis e Militares;
  7. Professores das escolas públicas e privadas;
  8. Povos indígenas;
  9. Grupos portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais;
  10. Adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas;
  11. População privada de liberdade e funcionários do sistema prisional.

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui