Robertinho avalia os seus primeiros 100 dias de governo em Mucuri

Robertinho avalia os seus primeiros 100 dias de governo em Mucuri. Foto: Arquivo

O prefeito Roberto Carlos Figueiredo Costa, o “Robertinho” (DEM) ciente do tempo que precisaria no primeiro semestre de 2021 para “preparar o campo”, a fim de desenvolver uma gestão realista, fundamentada e eficiente durante o seu mandato e, sobretudo, diagnosticar, reorganizar a Prefeitura Municipal e mostrar à população o espelho da sua administração nos próximos quatro anos. Já durante os seus primeiros 100 dias de governo, o prefeito Robertinho demonstrou liderança, boa vontade, identificou os melhores nomes para formar a sua equipe e tomou medidas duras para resgatar o conceito administrativo do município.

Na sua primeira entrevista pública após eleito, nos microfones da Rádio Três Corações FM de Itabatã, no dia 19 de novembro, o prefeito Robertinho já havia solicitado 180 dias de tolerância à população de Mucuri para entender o município, restabelecer as finanças e formar o organograma do seu futuro governo, dizendo que o município iria lhe exigir agilidade e precisão na tomada de decisões. O pedido à população dos 180 dias foi repetido após a sua diplomação no dia 17 de dezembro e foi confirmado na sua posse no dia 1º de janeiro.

Medidas Estratégicas

Mas ao completar 100 dias de governo nesta semana, o prefeito Robertinho disse que foi importante começar a gestão com medidas estratégicas para iniciar o segundo semestre de 2021, detalhando as principais etapas de sua agenda governamental e fazendo avançar as suas primeiras propostas com o município devidamente planejado e contemplando com justiça todas as demandas do povo de Mucuri. Afirmou que os 180 dias solicitados da população neste período transacional tem sido essencial para a boa governança durante o período e, além disso, é requisito fundamental para o desenvolvimento de um bom mandato nos 4 anos seguintes.

O prefeito Robertinho lembra que o período está sendo utilizado para alinhar o seu plano de governo com a realidade do território de Mucuri, compatibilizando as propostas com o cenário de necessidades sociais, educacionais, econômicas, de infraestrutura e na saúde pública, dentre outras, como a verdadeira realidade das finanças públicas do município. Para Robertinho, tais ações são fundamentais para o desenvolvimento de políticas públicas executáveis e que, de fato, contribuirão para a qualidade de vida da população, até porque, manter o equilíbrio fiscal é fundamental para que a gestão possa desenvolver um bom governo com uma administração transparente, sob pena de responsabilização.

Pontualidade no Pagamento

Nos primeiros 90 dias de governo, o prefeito Robertinho, definiu a equipe, analisou os pontos iniciais de sua gestão a partir de uma proposta de orçamento que herdou da aprovação do legislativo anterior, definindo verbas a serem aplicadas, cortes de gastos e medidas para acelerar reformas de programas. Promoveu uma dura reforma administrativa nos quadros do funcionalismo público e reduziu o número de cargos comissionados por livre nomeação e também a redução no número de secretarias municipais e restabeleceu serviços essenciais para a população, especialmente na limpeza pública e a pontualidade no pagamento do funcionalismo.

Aliás, o prefeito Robertinho tem cumprindo a sua promessa de campanha e vem pagando o funcionalismo público municipal sempre no dia 25 do mês a vencer, juntamente com o 13º salário dos servidores aniversariantes do mês. Mesmo com as receitas bloqueadas pelo o INSS nos meses de janeiro, fevereiro e março em razão de dívidas deixadas pelo ex-prefeito José Carlos Simões (PSD), o atual prefeito Robertinho em 100 dias de governo pagou os salários em atraso deixados pelo ex-gestor dos meses de novembro e dezembro e demais tributos. Neste mês de abril a Prefeitura Municipal iniciou o pagamento da folha do 13º de 2020 do funcionalismo, também deixada sem pagar pelo governo passado. Além do município ter mantido em dia as demais obrigações correntes como INSS, empréstimo consignado, plano de saúde dos servidores e outros compromissos.

Redução de Gastos

O secretário Municipal de Administração de Mucuri, o advogado Luciano Leite Afonso, explica que a pasta implementou com o apoio total e irrestrito do prefeito Robertinho, ações emergenciais como, gestão para redução do impacto da folha de pagamento sobre a receita corrente líquida do município, adequando a Lei de Responsabilidade Fiscal; Regularização dos salários atrasados dos servidores, efetuando quitação total dos pagamentos e iniciou em abril o pagamento dos 13º salários atrasados de 2020; Regularização em conjunto com a Secretaria Municipal de Finanças dos pagamento atrasados do INSS deixados pela gestão anterior; Deflagrada gestão para redução das contas de Água, Energia Elétrica e aluguel no âmbito das repartições públicas e prédios municipais.

Identidade do novo Governo

Ou seja, os primeiros 100 dias de governo foram fundamentais para expressar a identidade da nova gestão de Robertinho, sem demonstrar hesitação. “Um governo seguro é aquele que possui prioridades e capacidades para realizar mudanças e aproveitar oportunidades para o seu município. Nessa fase dos 100 primeiros dias de governo nos foi essencial para que pudéssemos planejar projetos inovadores que virão por aí, que fizéssemos mudanças e revisássemos todas nossas atitudes no intuito de não nos permitir errar. Já estamos realizando muito na saúde pública, na educação, na assistência social, no meio ambiente, na infraestrutura e em vários outros setores. Os nossos primeiros 100 já se foram e falta pouco para mostrarmos à população como o município de Mucuri ficará no futuro”, pontuou o prefeito Robertinho.

Ações em Execução

Neste período o governo vem executando medidas e obras importantes, como o investimento em geotecnologias na implantação dos pontos de apoio georreferenciados para criação da base cartográfica do município de Mucuri, resultante de um aerolevantamento que começou a ser executado pela Secretaria de Obras a partir do distrito de Itabatã. A Secretaria de Meio Ambiente desenvolve um conjunto de ações que reposiciona o município na regularização da sua área ambiental. Na Secretaria de Ação Social são inúmeros projetos inovadores em defesa do investimento social e organismos da pasta como o CRAS tem desenvolvido inúmeras ações no município que têm resgatado a autoestima da população mais vulnerável. Na Secretaria de Turismo são várias as ações visando a pujança econômica e turística do município, inclusive na implantação de políticas públicas para o planejamento de ações de fomento para o setor artesanal.

A Prefeitura Municipal de Mucuri e a Empresa Baiana de Águas e Saneamento estão concluindo as obras de extensão de rede distribuidora de água localizada no bairro Caribe II, em Itabatã, onde estão sendo implantadas 7,5 mil metros de tubulações para atender inicialmente, 100 famílias com novas ligações de água potável e de qualidade. Na Rua Costa Rica, no bairro Cidade Nova, no distrito de Itabatã, a Prefeitura está levando qualidade de vida, valorização imobiliária e estética dos ambientes com as obras de pavimentação, medindo 600 metros de extensão. Prédios Escolares estão recebendo obras de revitalização e na limpeza pública são dezenas de frentes de trabalho em execução atualmente, que vão da simples limpeza de rua e podas de árvores até obras de requalificação de vias, praças e alamedas.

Desafios na Saúde

Além dos desafios de iniciar uma nova administração, o prefeito Robertinho está tendo a missão na saúde pública de enfrentar os problemas relacionados à Covid-19. Ainda sem o número suficiente de vacina disponível e o recente aumento de casos e óbitos em todas as regiões do país, o cenário da saúde no município de Mucuri ainda tem sido confortável em relação aos demais municípios baianos e com destaques no Estado da Bahia em relação aos números de contaminados, metas de vacinação, campanhas de prevenção e investimentos no socorro de pacientes locais com transferência em UTIs Aérea e Terrestre para os grandes centros urbanos.

Desafios na Educação

Além das ações de reformas das escolas municipais e atos para restabelecer o calendário escolar, a Secretaria Municipal de Educação “apertou o cerco” nesses primeiros 90 dias com campanhas para atrair as matrículas dos alunos do município. A necessidade de distanciamento social obrigou as unidades de ensino a mandarem alunos e professores para casa. O ensino remoto se tornou realidade para quem tinha condições de acompanhar aulas online. Com o calendário apertado e a crise sem cenário definido, o segmento educacional também tem sido importante desafio para a gestão do prefeito Robertinho.

Consciência administrativa
“O primeiro desafio do prefeito deste novo tempo que estamos vivendo, é ter clareza sobre a estrutura e sobre os planos que regem o seu trabalho como gestor. A transição é fundamental. É preciso saber o que será possível desenvolver na nossa gestão durante a pandemia e ter consciência do que precisará ser desenvolvido em 2021, dentro do contínuo curricular que unifica os períodos como um período único de expectativa de aprendizagem dos alunos. Já sabíamos que não seria fácil, por isso que o planejamento estratégico é fundamental para otimizar esforços e potencializar a capacidade de atuação em cima das demandas existentes, que prometem ser maiores em 2021, especialmente na educação, na saúde e na assistência social, com atenção notadamente nas famílias em estado de vulnerabilidade”, concluiu o prefeito Robertinho.

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui