Reino Unido relata primeiro caso de perda auditiva repentina devido à covid-19

Foto: Ilustrativa

Relatório publicado na última terça-feira, 13 de outubro, pela revista científica “BMJ Case Reports” relata o primeiro caso de um paciente com a covid-19 com perda repentina da audição no Reino Unido. De acordo com os especialistas, a condição não é comum, mas é importante detectá-la para conseguir tratar imediatamente e reverter o quadro.

Os autores explicam que a perda de audição é observada por otorrinolaringologistas em uma frequência que varia entre 5 a 160 casos por 100 mil pessoas. As causas ainda não foram 100% comprovadas, mas o sintoma já havia sido relatado após algumas infecções virais, como herpes e gripe.

O relato dos médicos apresentado pela “BMJ” não é o primeiro que relaciona a covid-19 à perda de audição – outros casos na Tailândia, Estados Unidos e China já foram registrados, sendo o primeiro confirmado ainda em abril. Este é, na verdade, o primeiro caso no Reino Unido.

Foto: Covid-19\Fiocruz

O paciente

Os médicos descreveram o paciente como um homem de 45 anos com asma. Ele estava internado e precisou ser levado para o setor de garganta, nariz e ouvido devido à falta inesperada de audição.

Segundo o relato dos especialistas, o paciente buscou atendimento após 10 dias com os sintomas da doença em casa. Ele precisou ser levado para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) devido à dificuldade para respirar. O homem precisou respirar com a ajuda de ventilação mecânica por um mês.

Foto ilustrativa: Arquivo

Além da perda auditiva, o paciente também desenvolveu outras complicações recorrentes da infecção pelo novo coronavírus. Ele foi tratado com o remdesivir – remédio ainda em fase de análise no Brasil –, anti-inflamatórios e precisou de transfusão de sangue.

Uma semana após a remoção do tubo de respiração, no entanto, ele percebeu o zumbido no ouvido esquerdo e, em seguida, uma perda auditiva súbita. O homem nunca havia apresentado problemas de audição.

Os especialistas que cuidaram do caso dizem no artigo que fizeram exames nos canais auditivos, mas o paciente não tinha obstruções ou inflamação. O teste de audição, por outro lado, revelou que ele tinha perdido boa parte do sentido do ouvido esquerdo. Os exames para artrite reumatoide, gripe e HIV deram negativo e levaram os médicos a relacionar o problema ao novo coronavírus.

“Apesar da literatura existente já considerável sobre a Covid-19 e seus vários sintomas associados, há uma falta de discussão sobre a relação da doença com a audição”, disseram os autores.

“Perda auditiva e zumbido são sintomas observados em pacientes com a covid-19 e também vírus Influenza, mas eles não foram destacados ainda”.

Fonte: G1

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui