Reforço policial ficará em Porto Seguro por tempo indeterminado

Polícia reforça a segurança e mantém a ordem em Porto seguro

O secretário da Segurança Pública, Maurício Barbosa, afirmou, na manhã desta quinta-feira (1º), durante entrevista coletiva, que o reforço de 100 policiais militares e 30 policiais civis, enviados na quarta-feira passada (30), a Porto Seguro permanecerá na cidade por tempo indeterminado.

“Esses homens vão participar de operações com objetivo de prender as pessoas que praticaram esses atos de vandalismo. Vão trazer também mais tranquilidade à população e acabar com essa onda de boatos”, disse Barbosa.

O secretário pediu a colaboração da comunidade de Porto Seguro na identificação dos criminosos. As informações podem ser passadas pelo telefone 181.

A medida visa restaurar a ordem e a tranquilidade na localidade que, na manhã de quarta-feira, sofreu atos de vandalismo e tumulto. Quatro ônibus foram incendiados e um quinto depedrado, no bairro ‘Baianão’. Barbosa disse que a SSP está investigando se os atos são uma represália à morte de um suspeito de ajudar na fuga do traficante Rivaldo Freitas Oliveira da delegacia de Porto Seguro, sábado passado (26), ação na qual foi morto o soldado PM Luís Cláudio Dias dos Santos, 48 anos.

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui