Recanto da Poesia: OUSE SONHAR

Ouse sonhar

Pois os sonhadores veem o amanhã

Ouse fazer um desejo,

Pois desejar abre caminhos para a esperança

E ela é o que nos mantém vivos.

 

Ouse buscar as coisas

Que ninguém mais pode ver.

Não tenha medo de ver

O que os outros não podem.

 

Acredite em seu coração

E, em sua própria bondade,

Pois, ao fazê-lo, outros acreditarão nisso também.

Acredite na magia,

Pois a vida é cheia dela.

 

Mas, acima de tudo, acredite em si mesmo.

Porque dentro de você reside toda a magia

da esperança, do amor e dos sonhos de amanhã.

 

Acabei de assistir uma reportagem sobre a diferença entre os nossos sonhos de infância e o que nós conseguimos conquistar quando adultos. A maioria das pessoas entrevistadas tinham sonhos completamente diferentes quando eram crianças.  Quem queria ser veterinário virou repórter, quem queria ser músico virou químico, o médico virou engenheiro, a atriz virou caixa, a professora virou advogada, o jogador de futebol virou administrador, a dentista virou psicóloga…E então eu pergunto: onde foram parar nossos sonhos? O que fizemos ao longo da vida que nos tornou profissionais e adultos totalmente diferentes do que queríamos ser quando éramos crianças? Será que os sonhos de crianças não passaram de sonhos e quando nos deparamos com a realidade vimos que a coisa era muito diferente? Ou o medo da realização, o medo do sim, o medo de sermos aquilo que nascemos para ser era muito maior do que qualquer outra coisa?  É fato que enquanto crianças, temos realmente muitos sonhos… inventamos profissões, queremos ser super-heróis, princesas…, mas fora isso, o quanto vamos abandonando nossos sonhos ao longo da vida e nos tornando algo completamente diferente do que queríamos? Se somos felizes com as nossas escolhas de hoje! Mas se apenas aceitamos o que a realidade nos apresentou, se nos tornamos algo diferente do que queríamos, se não temos a nossa realização pessoal e profissional, então talvez esteja na hora de repensar nossas escolhas. E nunca é tarde para repensar as nossas escolhas… idade nunca é demais, condições financeiras não são impedimentos… e não há que se preocupar com o que os outros vão pensar… Faça um teste e imagine que você está em seu aniversário de 80 anos… olhe para sua história de vida: do que você se orgulha? E do que você se arrepende de não ter feito?  Não queira viver a vida com saudade da sua infância, com saudade do que poderia ser e não foi, com saudade do que você nem sabe do quê porque faltou realização pessoal. Vá em busca dos seus sonhos!  Nunca é tarde para isso…

 

 

Comente!

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui